icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/08/2015
08:42

Cada vez que o cubano Pedro Pichardo entra na pista, a esperança é de quebra de recorde mundial. Classificado nesta quarta-feira à decisão do salto triplo no Mundial de atletismo de Pequim (CHN), ele terá mais uma chance disso.

No Grupo A, Pichardo alcançou a marca de 17,43m, superando com larga folga o segundo colocado, Marian Oprea (ROM), que saltou para 17,07m, e o terceiro, Omar Craddock (EUA), que marcou 17,01m. Na chave B, Christian Taylor (EUA) foi o melhor, com 17,28m.

O cubano de 22 anos já saltou 18m06 e 18m08 neste ano, e protagonizou uma prova histórica em Doha (QAT), quando superou Taylor, campeão olímpico, na primeira vez em que dois homens saltaram acima de 18 metros na mesma competição. O recorde mundial pertence ao britânico Jonathan Edwards, que saltou para 18,29m em agosto de 1995.

A decisão do salto triplo em Pequim acontece nesta quinta-feira, às 8h10 (horário de Brasília).

Cada vez que o cubano Pedro Pichardo entra na pista, a esperança é de quebra de recorde mundial. Classificado nesta quarta-feira à decisão do salto triplo no Mundial de atletismo de Pequim (CHN), ele terá mais uma chance disso.

No Grupo A, Pichardo alcançou a marca de 17,43m, superando com larga folga o segundo colocado, Marian Oprea (ROM), que saltou para 17,07m, e o terceiro, Omar Craddock (EUA), que marcou 17,01m. Na chave B, Christian Taylor (EUA) foi o melhor, com 17,28m.

O cubano de 22 anos já saltou 18m06 e 18m08 neste ano, e protagonizou uma prova histórica em Doha (QAT), quando superou Taylor, campeão olímpico, na primeira vez em que dois homens saltaram acima de 18 metros na mesma competição. O recorde mundial pertence ao britânico Jonathan Edwards, que saltou para 18,29m em agosto de 1995.

A decisão do salto triplo em Pequim acontece nesta quinta-feira, às 8h10 (horário de Brasília).