icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/08/2015
07:38

Em busca da terceira medalha na história do Campeonato Mundial de judô, Érika Miranda garantiu na madrugada desta terça-feira um lugar na semifinal da competição, que neste ano acontece em Astana, no Cazaquistão. A brasiliense, que faturou o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN), venceu três confrontos na fase preliminar na categoria até 52kg. 

Em Mundiais adultos, Érika chegou ao pódio nas edições do Rio de Janeiro 2013, quando foi prata, e em Chelyabinsk (RUS), em 2014, com um bronze. Agora, ela vai enfrentar a japonesa Misato Nakamura, bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 e campeã mundial em Roterdã 2009 e Paris 2011. As finais acontecem a partir das 8h (de Brasília)

A romena Andreea Chitu, líder do ranking mundial, e Gulbadam Babamuratova, do Turcomenistão, fazem a outra semifinal.

Quinto colocado no Mundial do Rio, em 2013, Charles Chibana (66kg) acabou eliminado logo na primeira luta. O atleta foi imobilizado pelo chinês Duanbin Ma e deixou a disputa precocemente, assim como Sarah Menezes (48kg), no dia anterior.

O Brasil tem 18 representantes em Astana. No feminino, são elas Sarah Menezes e Nathália Brigida (48kg), Érika Miranda (52kg), Rafaela Silva (57kg), Mariana Silva (63kg), Maria Portela (70kg), Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg ) e Rochele Nunes (+78kg) representam o país.

Já no masculino, competem Felipe Kitadai e Erik Takabatake (60kg), Charles Chibana (66kg), Marcelo Contini (73kg), Victor Penalber (81kg), Leandro Guilheiro (81kg), Tiago Camilo (90kg), Luciano Correa (100kg) e David Moura (+100kg) também lutam.

Na última edição do Mundial, em Chelyabinsk (RUS), o Brasil faturou quatro medalhas: ouro com Mayra Aguiar (78kg), prata com Maria Suelen Altheman (+78kg) e bronzes com Érika Miranda (52kg) e Rafael Silva, o Baby (+100kg). O último não está no Cazaquistão, por causa e uma lesão no músculo peitoral.

Em busca da terceira medalha na história do Campeonato Mundial de judô, Érika Miranda garantiu na madrugada desta terça-feira um lugar na semifinal da competição, que neste ano acontece em Astana, no Cazaquistão. A brasiliense, que faturou o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN), venceu três confrontos na fase preliminar na categoria até 52kg. 

Em Mundiais adultos, Érika chegou ao pódio nas edições do Rio de Janeiro 2013, quando foi prata, e em Chelyabinsk (RUS), em 2014, com um bronze. Agora, ela vai enfrentar a japonesa Misato Nakamura, bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 e campeã mundial em Roterdã 2009 e Paris 2011. As finais acontecem a partir das 8h (de Brasília)

A romena Andreea Chitu, líder do ranking mundial, e Gulbadam Babamuratova, do Turcomenistão, fazem a outra semifinal.

Quinto colocado no Mundial do Rio, em 2013, Charles Chibana (66kg) acabou eliminado logo na primeira luta. O atleta foi imobilizado pelo chinês Duanbin Ma e deixou a disputa precocemente, assim como Sarah Menezes (48kg), no dia anterior.

O Brasil tem 18 representantes em Astana. No feminino, são elas Sarah Menezes e Nathália Brigida (48kg), Érika Miranda (52kg), Rafaela Silva (57kg), Mariana Silva (63kg), Maria Portela (70kg), Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg ) e Rochele Nunes (+78kg) representam o país.

Já no masculino, competem Felipe Kitadai e Erik Takabatake (60kg), Charles Chibana (66kg), Marcelo Contini (73kg), Victor Penalber (81kg), Leandro Guilheiro (81kg), Tiago Camilo (90kg), Luciano Correa (100kg) e David Moura (+100kg) também lutam.

Na última edição do Mundial, em Chelyabinsk (RUS), o Brasil faturou quatro medalhas: ouro com Mayra Aguiar (78kg), prata com Maria Suelen Altheman (+78kg) e bronzes com Érika Miranda (52kg) e Rafael Silva, o Baby (+100kg). O último não está no Cazaquistão, por causa e uma lesão no músculo peitoral.