Ronald Ramón

Ronald Ramón fez sua melhor partida com a camisa do Flamengo (Foto: Reprodução/Twitter)

RADAR/LANCE!
14/05/2016
16:22
Mogi das Cruzes (SP)

Em jogo com muitos problemas, provocações, arbitragem confusa e aceitando provocações dos jogadores, o Flamengo obteve importante e suada vitória por 93 a 91 sobre o Mogi, em Mogi da Cruzes, evitando a eliminação, empatando em 2 a 2 a série pela semifinal do NBB 8 e obrigando a realização do quinto e último jogo para ser conhecido o rival do Bauru na decisão.

O rubro-negro Ronaldo Ramon, que fez 27 pontos, teve uma incrível atuação, principalmente por ter sido importante no fim do primeiro tempo e no início da etapa final, quando acertou três bolas de três e foi determinante para o Flamengo ampliar a diferença no momento mais enérgico do duelo.  

Vale lembrar que apenas Brasilia (2009/2010/2011) e Flamengo (2008, 2013/2014/2015) foram campeões na história do NBB.

O JOGO

O primeiro tempo foi muito quente. Equilibrado desde o primeiro quarto (Flamengo 23 a 20) o jogo pegou fogo no segundo quarto, com Marcelinho se estranhando com Shamell, muito empurra-empurra de vários jogadores, a torcida local buscando apoiar seu time, descontrolar o Flamengo e reclamar muito da arbitragem. A tensão culminou com a expulsão do técnico do Mogi, Danilo Padovani, desqualificado após entrar em quadra para reclamar de uma marcação quando já tinha levado uma técnica quando o placar estava 32 a 31.

Depois de quase cinco minutos de jogo parado, Marcelinho acertou as cobranças da técnica e em seguida uma bola de três, colocando o time carioca na frente por 36 a 32. O Mogi conseguiu entrar no jogo, virou (38 a 36), mas o Flamengo, com Ronaldo Ramon inspirado e acertando duas bolas de três, levou o tricampeão brasileiro para o intervalo com uma confortável vantagem de 54 a 45.

No terceiro quarto, o Flamengo muito tranquilo em campo, conseguiu fazer 5 a 0 nos dois primeiros minutos, ampliando parta 59 a 45. NO fim do quarto, o Mogi conseguiu diminuir um pouco a vantagem, que ficou em 78 a 70 para o Flamengo

Os últimos 10 minutos, como já eram de se esperar, foram ainda mais tensos. A equipe paulista foi, empurrada pelo seus calorosos torcedores, buscar a reação, o que tornou o duelo mais equilibrado. Liderado pelo cestinha da partida, Shamell - que fez 28 pontos -, o Mogi chegou a virar por dois pontos na reta final, mas o Fla se recuperou e, contando com um toco de Marquinhos na última bola, conseguiu a suada vitória por 93 a 91. 

O jogo que decido a série será realizado na próxima terça-feira, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro.