Calderano e Tsuboi tiveram conquista história

Calderano e Tsuboi conquistaram medalha de ouro no torneio de duplas no Aberto da Suécia (Foto: Divulgação/ITTF)

LANCE!
20/11/2016
16:03
Estocolmo (SUE)

Os brasileiros Hugo Calderano (31º colocado no ranking mundial) e Gustavo Tsuboi (79º) escreveram mais uma vez os seus nomes na história do tênis de mesa nacional. Neste domingo, a parceria conquistou a medalha de ouro no torneio de duplas no Aberto da Suécia - etapa Major do Circuito Mundial (segundo mais importante), feito inédito na modalidade do país.

O melhor resultado, até então, havia sido uma prata faturada por Hugo e Gustavo no torneio de duplas no Aberto do Qatar, em 2015.

Com o resultado, Calderano e Tsuboi asseguraram vaga no Super Finals, que acontecerá em Doha, no Quatar. Essa será a primeira vez que os brasileiros vão jogar adulto. Hugo já havia jogado na categoria Sub-21.

Na grande decisão, os brasileiros bateram os franceses Antoine Hachard (105º) e Stephane Ouaiche (64º) por 3 sets a 0 (12-10, 12-10 e 11-7). No começo da partida, Calderano e Tsuboi demoraram a entrar na partida e chegaram a estar perdendo por uma larga vantagem, porém, a dupla reagiu, virou o set e fechou em 12 a 10.

No segundo set, o confronto foi acirrado do começo ao fim. A vantagem no marcador se intercalou até o 10 a 10 estar no placar. Os brasileiros, então, conseguiram abrir a vantagem necessária de dois pontos e concluíram o segundo game com um 12 a 10.

O último e decisivo set foi menos parelho que os dois primeiros. Hugo e Gustavo estavam mais confiantes que os franceses e, por isso, dominaram desde o início. Com tranquilidade, os brasileiros fecharam em 11 a 7 e garantiram a medalha inédita para o Brasil.

O caminho dos atletas até a grande final foi recheado de jogos complicados. Nas oitavas de final, eles venceram os coreanos Eonrae Cho (107º) e Donghyun Kim (83º) por 3 a 2. Depois, com o mesmo placar, os brasileiros bateram os japoneses Masataka Morizono e Yuya Oshima (45º). Já nas semifinais, a dupla também aplicou um 3 a 0, dessa vez, contra Patrick Franziska (52º), da Alemanha, e Jonathan Groth (33º).

Dentro de duas semanas, esse foi o segundo grande feito de Hugo Calderano. Na última semana, o brasileiro conquistou a medalha de prata no Aberto da Áustria, também etapa Major. Com isso, ele se tornou o primeiro do Brasil a chegar a uma final de um campeonato do segundo escalão do Circuito Mundial.