Allan Puro Osso é uma das jovens promessas da Academia Chute Boxe Diego Lima

                          Puro Osso é uma das promessas da Academia Chute Boxe - Diego lima (FOTO: Divulgação)

LANCE!
24/09/2016
13:05
Rio de Janeiro (RJ)

A disputa pelo cinturão peso-mosca da Copa Brasil Mixed Martial Arts, organizada pela Confederação Brasileira de MMA, que acontece neste sábado, durante a Virada Esportiva da cidade de São Paulo, foi cancelada. O combate que colocaria frente a frente o jovem promissor da Academia Chute Boxe Diego Lima, Allan "Puro Osso", e o veterano das lutas Iliarde Santos, ex-atleta do UFC, não poderá ser realizado, já que Santos não conseguiu chegar ao peso combinado de 59kg.

O limite do peso-mosca é 56,7kg, mas um acordo entre os lutadores havia subido o teto do confronto para 59kg. Na última quinta-feira (22), porém, a organização já sinalizava que o ex-atleta do UFC não bateria a marca estabelecida. Disposto a salvar o duelo, Allan Puro Osso aceitou lutar até 65kg, limite muito acima do exigido. Mesmo assim, Santos sequer compareceu à pesagem, obrigando os organizadores a cancelarem a disputa, que seria o penúltimo combate do card da Copa Brasil Mixed Martial Arts.

Inconformado com o fim da chance de conquistar um importante cinturão, o atleta da Chute Boxe Diego Lima desabafou.

- Havia me preparado como nunca para essa luta. Conhecia o cartel do Iliarde e sabia que um triunfo contra ele seria muito importante para minha carreira. Fiz uma desgastante dieta e estava aqui no horário marcado e com o peso exigido. Pela vontade de lutar, eu e a minha equipe aceitamos um combate muito acima do limite da categoria, mas nem assim foi possível. Agora é continuar treinando e esperar o próximo adversário - lamentou Allan Puro Osso, que vem de uma vitória por pontos no AFC 42 em cima de Patrique Tavares, em combate disputado no último dia 6 de agosto.

Já o treinador de "Puro Osso" e mandatário da academia Chute Boxe em São Paulo, que leva seu nome, Mestre Diego Lima lamentou o cancelamento do combate.

- A gente sempre se esforça demais para que nossos atletas cheguem no dia da pesagem prontos para a luta. Às vezes, acontecem alguns problemas e o objetivo não é alcançado, mas paciência. Ficamos tristes porque o Allan estava muito bem preparado. Agora é olhar para frente e seguir o trabalho porque ele é um menino com muito potencial e vai longe - disse Diego Lima.