Amanda Nunes

Amanda Nunes comemora terceira vitória seguida na organização (FOTO: UFC)

LANCE!
06/03/2016
00:38
Las Vegas (EUA)

Com quatro brasileiros no evento, sendo que dois se enfrentaram, o saldo do UFC 196, neste sábado acabou positivo. Amanda Nunes e Vitor Miranda, que encarou o compatriota Marcelo Magrão, protagonizaram as vitórias do país no evento. Porém, Erick Silva amargou seu segundo revés seguido no Ultimate.

Estratégica, Amanda chega a terceira vitória seguida

Apesar de pouca efetividade nos golpes, Amanda tomou a iniciativa na primeira parcial, com Shevchenko explorando os contra-ataques. No round seguinte, a brasileira quedou logo e trabalhou no ground and pound o assalto inteiro, abrindo ferimentos no rosto da rival. Faltando 30 segundos para o fim, Nunes tentou um mata-leão, mas Valentina sobreviveu. No último assalto, Shevchenko levou a melhor, com uma queda e trabalhando por cima. Com a decisão na mãos dos juízes, a vitória ficou com a brasileira de maneira unânime.

Com essa vitória, Amanda Nunes chega a três combates sem perder na organização. A brasileira se aproxima de uma chance pelo título dos galos.

Erick Silva é nocauteado

Após fazer preparação para este combate na academia Kings MMA, Erick Silva apareceu no primeiro assalto mais estratégico e esperando o momento certo para atacar. No entanto, nem ele e nem Taleb conseguiram uma vantagem maior e desferiram poucos golpes produtivos. No início do segundo round, o brasileiro tentou um chute reto, mas o adversário segurou sua perna e acertou um direto, derrubando Silva, que já caiu sem reação.

Essa foi a segunda derrota seguida de Erick Silva no UFC, já que anteriormente havia sido superado por Neil Magny, e vive seu pior momento na organização.

Em duelo de brasileiros, Vitor Miranda nocauteia

O primeiro round foi um duelo de estratégias claras. Enquanto Vitor Miranda tentava imprimir seu jogo em pé, Marcelo Magrão usava a tática de pressionar o adversário na grade. O ex-TUF Brasil 3 levou a vantagem na parcial, ao conectar melhores golpes. No segundo round, Miranda aplicou cotoveladas violentas no rival, que tentava colocá-lo contra a grade. Com Magrão sentindo, o lutador soltou um chute alto, balançou o rival e completou sua vitória com uma sequência impressionante de socos, até o árbitro parar a luta. 

Essa foi a terceira vitória seguida do finalista da terceira edição do TUF Brasil Vitor Miranda no Ultimate, sendo que todas foram por nocaute. 

UFC 196
Card principal
Nate Diaz finalizou Conor McGregor no 2R
Miesha Tate finalizou Holly Holm no 5R
Ilir Latifi derrotou Gian Villante por decisão unânime
Corey Anderson derrotou Tom Lawlor por decisão unânime
Amanda Nunes derrotou Valentina Shevchenko por decisão unânime
Card preliminar
Siyar Bahadurzada finalizou Brandon Thatch no 3R
Nordine Taleb derrotou Erick Silva por nocaute no 2R
Vitor Miranda derrotou Marcelo Guimarães por nocaute no 2R
Darren Elkins derrotou Chas Skelly por decisão unânime
Diego Sanchez derrotou Jim Miller por decisão unânime
Jason Saggo derrotou Justin Salas por nocaute técnico no 1R
Teruto Ishihara derrotou Julian Erosa por nocaute técnico no 2R