LANCE!
22/06/2016
15:38
Rio de Janeiro (RJ)

Diante da revanche que acontece no dia 22 de agosto, em Las Vegas (EUA), o treinador de Conor McGregor, John Kavanagh, refletiu sobre um dos erros do irlandês na derrota para o americano no primeiro encontro no octógono, ocorrido em março passado.

Em sua coluna no "The 42", John comentou a dificuldade de lidar com a mudança de peso - McGregor é um peso-pena (até 65,8 kg), lutaria nos leves (até 70 kg) e acabou se aventurando nos meio-médios (até 77kg).

- Conor terá uma dieta restrita e só vai se alimentar de coisas que sejam para melhorar sua performance no octógono.  Não cortar peso parecia algo bom e vantajoso para a luta contra Diaz, mas na verdade não foi. O corte de peso não é algo legal, mas serve para lembrar o lutador o tempo todo que ele está se preparando para uma luta. Sem esse ritual as coisas ficam muito estranhas. Quando o Conor está cortando peso, ele enxerga seu adversário como um obstáculo para que ele possa comer bem. Quando você come bem, um belo jantar, você fica com a barriga cheia e fica preguiçoso para treinar - analisou.

Conor volta ao octógono no dia 22 de agosto, em revanche histórica contra Nate Diaz, na mesma categoria dos meio-médios, pelo UFC 202, em Las Vegas.