Luis Fernando Coutinho
27/05/2016
15:07
Rio de Janeiro (RJ)

Neste domingo, Thomas Almeida dá mais um passo rumo ao topo da categoria dos galos do UFC. Depois de somar quatro vitórias na organização e conquistar prêmios por performance em todas as apresentações no octógono até agora, o paulista faz sua primeira luta principal na franquia - ele encara Cody Grabrandt, em Las Vegas (EUA). E apesar dos resultados espetaculares ele reconhece que ainda precisa melhorar em alguns aspectos da luta.

São 21 vitórias em 21 lutas e um cartel invicto. O lutador, conhecido pelo estilo agressivo, é membro da academia Chute Boxe e apesar de gostar de ir para cima na trocação diz que precisa melhorar sua defesa, especialmente no começo do combate.

ASSISTA AO UFC FIGHT NIGHT DESTE DOMINGO AO VIVO


- Acredito que sempre preciso mudar e evoluir, buscando sempre uma evolução que é importante para um lutador. Se não tiver mais no que evoluir eu paro. Estamos trabalhando junto com a minha equipe para melhorar sempre. Quero entrar mais ligado, não tomar essas porradas iniciais como já aconteceu em outras lutas. Preciso entrar já ligado logo e conquistar a vitória sem tomar porrada, saindo ileso - projetou o atleta de 24 anos, em conversa por telefone com o LANCE!.

Com o prestígio em alta junto ao Ultimate, Thominhas prefere não se deixar levar pelo rápido reconhecimento e a primeira luta principal de um evento de forma rápida. O brasileiro garante manter a cabeça no lugar e não se deixar levar pela euforia do sucesso.

- Acho que a parte mais importante é saber escutar. As coisas que aparecem rápido podem ir embora rápido também. Não podemos deixar nada de fora. Cada vez mais tenho força de vontade. Nada me abala, tudo é normal nessa fase. Eu prefiro manter nesse padrão, deixar rolar com a cabeça no lugar. Deixa acontecer e vamos atrás do nosso sonho - declarou o lutador. 

O UFC Fight Night Las Vegas acontece neste domingo, e além de Thomas Almeida x Cody Garbrandt conta com o retorno de Renan Barão, que estreia nos penas contra Jeremy Stephens.