icons.title signature.placeholder Carlos Antunes
icons.title signature.placeholder Carlos Antunes
26/08/2015
13:15

No dia 19 de dezembro, Rafael Dos Anjos vai defender pela primeira vez o cinturão dos leves do Ultimate, em edição que será realizada em Orlando (EUA), diante de Donald Cerrone. Meses antes do confronto, o americano não tem economizado nas provocações ao campeão e o acusou de usar esteroides, para tentá-lo tirar do sério. Para Rafael Cordeiro, treinador do brasileiro e líder da Kings MMA, esse discurso do "Cowboy" é conhecido e é uma maneira de se promover, mas o fez um alerta.

- O Rafael (Dos Anjos) está muito preparado para essa luta. Isso é um jeito americano de promover a luta, de estar aparecendo é diferente do jeito brasileiro. O brasileiro não fala, faz o trabalho. Nenhum dos atletas da Kings MMA gostam de falar. Ele vai focar no treino. Tudo que for falado, será jogado contra - afirmou, em entrevista ao LANCE!, em conversa por telefone.

Questionado sobre o combate, Cordeiro rechaça que a pressão por agora Dos Anjos ser o campeão e o cara a ser batido possa atrapalhá-lo. Segundo ele, o seu pupilo é um atleta experiente e se preparou para estar nessa posição. Além disso, vê o lado positivo dele já ter encarado Cerrone.

- O Cerrone é duríssimo, sabemos o quanto bom que ele é. Acredito que o Rafa está muito bem preparado, tanto fisicamente, quanto mentalmente para isso. Agora a motivação dele é maior, porque agora é de se manter por muito tempo no topo. Agora ele tem novos desafios, todo mundo o chamando para lutar, mas ele sabia que seria sim, que todos iam querer o enfrentar. O Rafa sempre se preparou, não é um menino. Ele já passou por várias guerras, está calejado. O fato dele ter lutado com o Cerrone é uma vantagem, o conhece bem - adiantou.

Rafael Dos Anjos já derrotou Donald Cerrone (FOTO: UFC)

Contra Anthony Pettis, em março deste ano, Dos Anjos imprimiu um ritmo alucinante de luta, pressionando o até então campeão. Perguntado se essa estratégica possa ser repetida, pelo forte jogo de trocação do rival, Cordeiro adiantou que a ideia é confundir o desafiante.

- Estamos analisando as nossas últimas lutas. Cada luta é uma luta. Estamos estudando um jeito de confundir a cabeça dele. Em pé já mostrou o quanto é bom. Com os anos ganhou essa qualidade. Ele é perigoso para qualquer um - completou o líder da Kings MMA.

No dia 19 de dezembro, Rafael Dos Anjos vai defender pela primeira vez o cinturão dos leves do Ultimate, em edição que será realizada em Orlando (EUA), diante de Donald Cerrone. Meses antes do confronto, o americano não tem economizado nas provocações ao campeão e o acusou de usar esteroides, para tentá-lo tirar do sério. Para Rafael Cordeiro, treinador do brasileiro e líder da Kings MMA, esse discurso do "Cowboy" é conhecido e é uma maneira de se promover, mas o fez um alerta.

- O Rafael (Dos Anjos) está muito preparado para essa luta. Isso é um jeito americano de promover a luta, de estar aparecendo é diferente do jeito brasileiro. O brasileiro não fala, faz o trabalho. Nenhum dos atletas da Kings MMA gostam de falar. Ele vai focar no treino. Tudo que for falado, será jogado contra - afirmou, em entrevista ao LANCE!, em conversa por telefone.

Questionado sobre o combate, Cordeiro rechaça que a pressão por agora Dos Anjos ser o campeão e o cara a ser batido possa atrapalhá-lo. Segundo ele, o seu pupilo é um atleta experiente e se preparou para estar nessa posição. Além disso, vê o lado positivo dele já ter encarado Cerrone.

- O Cerrone é duríssimo, sabemos o quanto bom que ele é. Acredito que o Rafa está muito bem preparado, tanto fisicamente, quanto mentalmente para isso. Agora a motivação dele é maior, porque agora é de se manter por muito tempo no topo. Agora ele tem novos desafios, todo mundo o chamando para lutar, mas ele sabia que seria sim, que todos iam querer o enfrentar. O Rafa sempre se preparou, não é um menino. Ele já passou por várias guerras, está calejado. O fato dele ter lutado com o Cerrone é uma vantagem, o conhece bem - adiantou.

Rafael Dos Anjos já derrotou Donald Cerrone (FOTO: UFC)

Contra Anthony Pettis, em março deste ano, Dos Anjos imprimiu um ritmo alucinante de luta, pressionando o até então campeão. Perguntado se essa estratégica possa ser repetida, pelo forte jogo de trocação do rival, Cordeiro adiantou que a ideia é confundir o desafiante.

- Estamos analisando as nossas últimas lutas. Cada luta é uma luta. Estamos estudando um jeito de confundir a cabeça dele. Em pé já mostrou o quanto é bom. Com os anos ganhou essa qualidade. Ele é perigoso para qualquer um - completou o líder da Kings MMA.