Chael Sonnen marcou presença nos bastidores do UFC 200, em Las Vegas (FOTO: Luis Fernando Coutinho)

Chael Sonnen não luta desde 2013, quando foi nocauteado por Rashad Evans - (FOTO: Luis Fernando Coutinho)

LANCE!
26/07/2016
11:34
Rio de Janeiro (RJ)

Ex-desafiante do UFC, Chael Sonnen não luta desde novembro de 2013, quando acabou nocauteado por Rashad Evans, mas aos 39 anos, o maior falastrão da história do MMA revelou que pensa em retornar. 

Em entrevista ao site "MMA Fighting", Chael Sonnen falou a sua possível volta ao UFC, mas não negou que mais uma vez o doping pode ser um empecilho.

- Ainda tenho aquela vontade, fantasio com isso, mas tenho que dar um passo de cada vez. Tenho que passar neste teste primeiro, sinceramente. Ainda está ali. Eu tenho que passar. Se eu passar nesse, eu passo em todos os outros. Mas tenho que saber se todas as substâncias saíram do meu corpo. Esse seria o primeiro passo concluído - disse Sonnen, que comparou o UFC antes e pós-USADA (Agência Antidoping Americana).

- Teve uma época onde éramos permitidos de usar testosterona, isso fazia muito sentido. É claro que ficou nebuloso, atletas se aproveitaram e saiu do controle. Mas fazia sentido, porque o mundo do esporte pertence a jovens de 18 a 25 anos. A ciência entrou no meio e disse, 'Podemos continuar a dar mais tarde o que o seu corpo lhe dava naturalmente'. Aí você via caras que conseguiam estender suas carreiras, era bem legal. Mas os lutadores começaram a manipular e tiveram que acabar com isso - disse.

Em 2014, o americano foi flagrado em um teste surpresa, fora do período de competição, com as substâncias proibidas anastrozol e clomifeno. Algumas semanas depois, Chael foi pego novamente, dessa vez com hormônio do crescimento (GH), eritropoietina (EPO), anastrozol e teve a sua licença suspensa por dois anos.