Luis Fernando Coutinho
28/10/2017
16:30
São Paulo (SP)

Neste sábado, Demian Maia pode alcançar uma marca histórica. Brasileiro dono do maior número de vitórias no octógono (19), ele pode completar 20 triunfos na maior organização de MMA do mundo. Mas, segundo o próprio, "são só números". Diante de Colby Covington, no UFC São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera, o paulista prefere manter o foco na continuidade da carreira e ignorar o que uma nova vitória representa para seu cartel.

Um dos maiores veteranos em atividade no MMA, Demian Maia acredita que o fator "recorde" serve apenas como uma pressão extra que pode levá-lo ao caminho errado.


- Se você se colocar mais pressão do que a luta já tem, é um caminho para o fracasso. A luta já tem pressão para você entrar lá, fazer o seu melhor e ganhar. Não preciso de mais do que isso. Vai ser legal olhar para os números depois da luta. Ou depois que encerrar minha carreira. Agora são só números - explica o lutador.

Depois de perder a disputa de cinturão dos meio-médios contra Tyron Woodley, em julho, o brasileiro busca a recuperação no octógono diante de Covington, neste sábado.

Além de Demian x Covington, o UFC São Paulo conta com Lyoto Machida x Derek Brunson, além das apresentações de nomes como John Lineker, Thiago Marreta, Antônio Cara de Sapato, entre outros.

Confira as lutas do UFC São Paulo
Derek Brunson x Lyoto Machida
Demian Maia x Colby Covington
Pedro Munhoz x Rob Font
Francisco Massaranduba x Jim Miller
Thiago Marreta x Jack Hermansson
John Lineker x Marlon Vera
Card preliminar
Vicente Luque x Niko Price
Antônio Cara de Sapato x Jack Marshman
Elizeu Capoeira x Max Griffin
Hacran Dias x Jared Gordon
Deiveson Alcântara x Jarred Brooks
Marcelo Golm x Christian Colombo