Luis Fernando Coutinho
10/07/2016
12:50
Las Vegas (EUA)

Brock Lesnar era só alegria na coletiva de imprensa realizada após o UFC 200, neste sábado, em Las Vegas (EUA). Depois de vencer Mark Hunt em seu retorno ao octógono após quase cinco anos, o ex-campeão dos pesados do UFC comemorou o resultado positivo e declarou ter tido um ótimo momento lutando novamente.

Ao falar sobre o futuro, Lesnar garante que não deve pensar a respeito tão cedo. Mas o americano garante que está satisfeito com o que conseguiu apresentar dentro do cage.

- Bem, vamos esclarecer uma coisa. Eu faço o que quero. Acredito que meu futuro será decidido depois dos próximos meses. Não sei ainda o que farei, curti muito o dia de hoje. É muito cedo, amigos. Sabia que poderia trocar socos com Hunt. Não existe um cara que eu não possa botar para baixo no top 10 do UFC. Tenho 39 anos e estou orgulhoso. O mistério se foi, posso tomar um golpes. Saí por cinco anos, segui o plano, apanhei um pouco, mas ele não me nocauteou. Estou feliz - avaliou o ex-campeão dos pesados.

Sobre o duelo com Hunt, Brock diz que o plano era finalizar, mas a vitória já o deixou satisfeito. Ele deixou a chance de um retorno ao octógono no ar.

- Gostaria de finalizar, mas venci. Estava muito nervoso, mas você precisa abrir a mente. Isso é um jogo mental. Creio que esse esporte é 85, 90% mental. Se você coloca boas coisas na cabeça, coisas boas acontecem. Estou sem palavras, tem sido uma longa jornada. Não me divertia há muito tempo. Estou muito feliz por ter feito isso. Vamos ver o que acontece agora. Nunca diga nunca - afirmou.

O americano ainda se mostrou aberto a uma revanche com Cain Velásquez no futuro, caso decida voltar de fato ao UFC.

- Claro, sem dúvidas. Obviamente eu treinei especificamente para Hunt, foram só seis semanas. Se eu decidisse voltar... Cain foi muito bem hoje, ele sempre parece bem - elogiou.