LANCE!
26/10/2016
13:21
Rio de Janeiro (RJ)

Estar no topo do esporte nem sempre é apenas viver de notícias boas. Escalado para encarar Eddie Alvarez em disputa de cinturão dos leves no UFC 205, dia 12 de novembro, em Nova York (EUA), Conor McGregor está sendo "monitorado de perto" pela Comissão Atlética do Estado de Nova York, uma vez que o irlandês ainda não resolveu sua situação com a Comissão Atlética do estado de Nevada.

Conor foi multado em US$ 75 mil (cerca de R$ 240 mil) após arremessar garrafas de energéticos em Nate Diaz durante uma coletiva de imprensa em agosto, mas ainda não efetuou o pagamento da multa. Inclusive, recentemente chegou a desafiar a comissão desejando "boa sorte" aos que esperam receber seu dinheiro.

Confira o comunicado enviado pela Comissão de Nova York e reproduzido pelo site MMA Fighting:

"A Comissão Atlética do Estado de Nova York está ciente da ordem dada pela Comissão Atlética do Estado de Nevada. Conor McGregor ainda não completou seu credenciamento para a adquirir sua licença e nem, até onde sabemos, concordou com a multa administrada aplicada por Nevada ou apelou dessa decisão. Também é do nosso conhecimento que o tempo que o Sr. McGregor tem para desafiar a decisão de Nevada ainda não expirou. Uma multa administrativa sem uma suspensão simultânea não é uma medida obrigatória para a obtenção da licença. A Comissão Atlética do Estado de Nova York espera que seus licenciados resolvam as ações disciplinares e aceitem os processos emitidos pelos estados que escolheram competir, e estarão monitorando de perto esta questão".

Conor McGregor está escalado para encarar Eddie Alvarez na luta principal do UFC 205. O evento conta ainda com as apresentações de astros como Tyron Woodley, Joanna Jedrzejczyk, Chris Weidman, Donald Cerrone e outros.