Minotauro está na Classe de 2016 do Hall da Fama do UFC / Divulgação

Minotauro está na Classe de 2016 do Hall da Fama do UFC / Divulgação

LANCE!
15/05/2016
14:35
João Vitor Xavier, Especial para o LANCE! em Curitiba (PR)

Ainda que a festa brasileira no UFC 198 não tenha sido completa com a derrota de Fabricio Werdum na luta principal, a família Nogueira não tem do que se queixar. A noite começou com um belo nocaute de Rogério Nogueira, o Minotouro, sobre Patrick Cummins, e terminou com o anúncio de que seu irmão gêmeo, Rodrigo Minotauro, será introduzido ao Hall da Fama do UFC.

A cerimônia que marcará a entrada do ex-lutador no panteão de grandes atletas da história do Ultimate se dará no dia 10 de julho e fará parte das festividades do UFC 200. Minotauro admitiu que foi pego de surpresa pela notícia, mesmo agora trabalhando para a companhia, no papel de embaixador:

- Pois é, ninguém me contou. Fiquei sabendo na hora! Foi muito legal. Poder representar o Brasil nesse Hall da Fama vai ser muito legal. Ainda mais ao lado de um gigante como o Royce Gracie, o cara que me inspirou a lutar.

Perguntado quem poderia segui-lo entre os brasileiros nos próximos anos, Minotauro não titubeou: quer ver Anderson Silva e José Aldo como próximos homenageados:

- Nossa, temos muitos nomes de peso na história do MMA, alguns pioneiros como o Marco Ruas. Mas certamente o Anderson e o José Aldo são os lutadores que têm que entrar no Hall da Fama um dia.