LANCE!
17/02/2017
12:47
Rio de Janeiro (RJ)

Holly Holm não engoliu os golpes ilegais sofridos contra Germaine de Randamie na disputa do cinturão peso-pena feminino ocorrida no UFC 208, no último dia 11 de fevereiro. Magoada com a atitude da rival holandesa, Holm entrou com um pedido de revisão para que a Comissão Atlética do Estado de Nova York avalie a conduta do árbitro Todd Anderson.

No UFC 208, Randamie acertou por duas vezes socos em Holm quando o gongo que encerra o round já havia soado. Anderson não tirou nenhum ponto da holandesa como forma de advertência, o que gerou diversas reclamações após o confronto. Segundo o site MMA Fighting, o advogado da lutadora pede que a falha de Anderson, que deveria ter separado as atletas imediatamente ao soar do gongo, seja revista.

Germaine de Randamie venceu Holly Holm na decisão dos juízes após cinco rounds de disputa. A holandesa se tornou a primeira campeã peso-pena da história do UFC.