Rafael Dos Anjos

                Brasileiro perdeu o cinturão dos leves após sofrer nocaute no UFC Fight Night (FOTO: Divulgação/UFC)

Luis Fernando Coutinho
08/07/2016
12:35
Las Vegas (EUA)

Rafael dos Anjos não teve muito tempo para lamentar sua derrota no octógono. Logo após perder o cinturão dos leves do UFC e deixar o país sem nenhum título na maior organização de MMA do mundo - ao menos por algumas horas - o brasileiro falou em coletiva de imprensa pós-UFC Fight Night, em Las Vegas (EUA), levantou a cabeça e pensou no futuro.

ASSISTA AO UFC 200 AO VIVO


- Sem desculpas, estava na melhor forma da minha vida. Estava com as mãos para cima. Meu jogo é esse, isso acontece. Todo crédito ao Eddie Alvarez. Eu só lembro do momento que fui pego. Não lembro quando estava de pé. O árbitro interrompeu a luta e foi isso. Voltarei a divisão dos leves, é a minha divisão. Tenho muito a provar. Estava falando com meus técnicos após a luta. Fui pego, minha mão estava alta. Isso acontece. Infelizmente, aconteceu comigo hoje, mas vamos seguir em frente - avaliou o lutador.


Questionado a respeito do momento do Brasil no UFC, Dos Anjos acredita que a fase vai passar e tradição do país no MMA falará mais alto em breve.

- Eu era o único que sobrou, mas acho que o Brasil foi onde tudo começou. Muitos lutadores vêm do Brasil, estamos nisso há muitos anos. Novos campeões vão aparecer - projetou.