LANCE!
16/01/2016
16:21
Rio de Janeiro (RJ)

Diante do descanso merecido de Ronda Rousey, Holly Holm agendou sua primeira defesa de título para março, diante de Miesha Tate. E para esfriar ainda mais a espera pela revanche, Dana White já declarou que o combate não deve acontecer no UFC 200, em julho. Independente dos próximos passos, segundo o dirigente, quando (e se) o confronto acontecer será histórico.

Segundo Dana, a motivação de Rousey para voltar ao octógono é se vingar do nocaute sofrido contra Holm, em novembro passado.


- Ronda vai lutar ainda esse ano. Por que ela voltaria a lutar? Acho que para vingar sua derrota. Holly Holm enfrentará Miesha Tate, e será uma luta bem perigosa, mas se o combate entre Holly e Ronda ocorrer, acho que será a maior revanche da história do UFC - cravou o dirigente, em entrevista concedida ao Sports Illustrated.

Após a derrota, Ronda Rousey segue reclusa cumprindo compromissos com a imprensa e descansando depois da temporada agitada de 2015. Já Holm teve confirmada sua primeira defesa de título contra Miesha Tate, no dia 5 de março, pelo UFC 197, em Las Vegas (EUA).