Cyborg x Lansberg - UFC Brasília

               Cyborg tem duas vitórias por nocaute no UFC, no peso até 63.5 kg - (Foto: Reinaldo Reginato)

LANCE!
22/11/2016
11:06
Rio de Janeiro (RJ)

Campeã dos penas do Invicta, Cris Cyborg já se sacrificou duas vezes para lutar no UFC, em um peso casado até 63.5 kg, nocauteando Leslie Smith e Lina Lansberg, mas a paranaense só está disposta a passar pelo processo de perda de peso desumano novamente, se for para encarar Ronda Rousey.

Atual campeã dos galos, Amanda Nunes defende o seu cinturão no dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA), diante de Ronda Rousey, mas Cyborg acredita que ganhando ou perdendo, a americana não aceitará enfrentá-la em peso casado.

- Eu só me sacrificarei novamente e bater os 63,5 kg se for para fazer uma superluta contra Ronda Rousey, algo que os fãs gostariam de ver. Se você quer uma superluta, o peso é o menos importante. Pode ser em qualquer um. Se Ronda quisesse me enfrentar, já teria feito isso. Ela não vai aceitar lutar comigo. Se perder, ela se aposenta, se ganhar, vai dizer que eu tenho que bater o peso para desafiar a campeã e outras coisas que já disse no passado. Ronda escolhe suas adversárias, por isso acho que essa luta não vai acontecer - lamentou a brasileira, em entrevista ao "Fox Sports".

​Ronda Rousey não compete desde outubro de 2015, quando acabou nocauteada por Holly Holm e perdeu a invencibilidade dentro do UFC e o cinturão dos galos e já declarou que a luta com Amanda será uma das últimas de sua carreira.