LANCE!
08/02/2017
13:24
Rio de Janeiro (RJ)

Um fenômeno merece comemorar uma conquistas incríveis. Não é à toa que, nesta terça-feira, Vitor Belfort comemorou 20 ano desde que pisou no octógono do UFC pela primeira vez. O brasileiro publicou em suas redes sociais um longo discurso onde promete: "o fenômeno despertou".

Vitor fez sua estreia no UFC na noite de 7 de fevereiro. Naquele dia, o brasileiro venceu Tra Telligman e Scott Ferrozzo para se tornar o campeão do GP dos pesados, no UFC 12.


Em publicação em suas redes sociais, o brasileiro admite que não imaginava conseguir chegar tão longe na carreira, exalta a evolução do MMA ao longo dos anos e agradece o apoio dos fãs que sempre o acompanharam, finalizando com um aviso: "ainda não acabou".


- Confesso que há 20 anos atrás não pensava no dia de hoje. Era apenas um menino lutando por sua paixão... Um esporte que mal era conhecido, mas que eu acreditava que poderia se tornar grande. Eu só pensava em dar o meu melhor e graças a Deus me tornei o mais jovem campeão. Somente hoje, olhando para trás, consigo entender o tamanho do que "aquele menino" conseguiu fazer. O esporte cresceu, milhões e milhões de pessoas se tornaram apaixonadas por ele, assim como eu. Milhares de meninos começaram a sonhar em se tornar um atleta profissional através da luta. Milhares de empregos foram criados para dar suporte a esse esporte... Ganhei o apelido de Fenômeno, mas o fenômeno mesmo foi o tamanho que tudo isso tomou!!
Agradeço muito a Deus, minha família, amigos e fãs por todo o suporte e carinho que vocês têm comigo. Hoje já um homem maduro, gostaria de dividir esse cinturão com todos vocês. Aprendi ao longo desses 20 anos que não se ganha sozinho. Que o Fenômeno não se construiu sozinho, mas com a ajuda de todos que de alguma forma me ajudaram a evoluir. Muito obrigado de coração por estarem comigo durante 20 anos de caminhada. E só para avisar, não acabou ainda, não!! Estou com sede de vitória!! O Fenômeno despertou!! - garantiu o ex-campeão do UFC.

Vitor Belfort volta ao octógono no dia 11 de março, pelo UFC Fortaleza, quando encara Kelvin Gastelum na luta principal do show. O brasileiro busca se recuperar de duas derrotas consecutivas.