Tim Means é lutador meio-médio do UFC (FOTO: Divulgação)

                    Meio-médio do UFC, Tim Means projeta retorno ao evento em agosto - (FOTO: Divulgação)

LANCE!
15/06/2016
09:00
Rio de Janeiro (RJ) 

Meio-médio do UFC, Tim Means acabou flagrado no doping e foi obrigado a deixa a luta contra Donald Cerrone, que aconteceria em fevereiro, mas o lutador fechou um acordo com a USADA e projeta seu retorno para o mês de agosto.

No entanto, antes de fazer um acordo com a agência reguladora antidoping, o atleta temeu pegar uma suspensão de até quatro anos e decidiu arrumar um emprego, onde não estava nenhum pouco familiarizado. Em entrevista ao site "MMA Fighting", Means revelou que após a suspensão acabou indo trabalhar em uma empresa que fabrica metal. 

- Eu peguei outro emprego, não poderia continuar com a mentalidade de quem está lutando. Fiz o que podia e não precisava ter a minha cabeça presa ali. Então, fui aprender a fabricar metal. Fui de um lugar onde era o capitão para o outro lado da moeda. Foi uma experiência de humildade. Saí de algo em que eu era bom, que amava fazer, para outra coisa que eu não sabia nada sobre e que não tinha muito interesse - declarou.

Após o acordo com a USADA, Means acatou uma suspensão de seis meses. Isso porque a agência realizou inúmeros testes e constatou que um dos suplementos do atleta estava contaminado. 

- Nós sabíamos dos suplementes estragados há meses, então é muito frustrante esperar a USADA fazer todos esses testes… Espero poder voltar em agosto. Ainda não há nada certo, mas tem um card no dia 20 de agosto (UFC 202), então pode ser que aconteça - encerrou.

Aos 32 anos, o peso-leve construiu um cartel com 25 vitórias, sete derrotas e um empate. Means não luta desde dezembro do ano passado, quando nocauteou John Howard pelo UFC Fight Night 80, que aconteceu em Las Vegas (EUA).