LANCE!
16/09/2016
06:50

Sete pontos separam o líder Palmeiras do rival Corinthians na tabela do Brasileirão. Uma vitória do Timão pode fazer a diferença cair e até causar a mudança da liderança do torneio. Jogos como esse, decisivos, são comuns entre os dois adversários da capital. Relembramos alguns para já começar a entrar no clima.

Brasileiro
Em 1994, os times decidiram o Brasileirão e o Verdão levou a melhor. A vitória por 3 a 1 no primeiro jogo da final foi decisivo para a conquista do troféu.

De lá para cá, em Brasileiros, os jogos decisivos terminaram com empates. Em 2011, na última rodada, o Timão levou o título nacional. Assim como em 2015, quando empataram por 3 a 3 e o Corinthians manteve a distância para o Atlético-MG. Em 2014, o empate por 1 a 1 resultou na saída do Timão do G4 e o Palmeiras se afastou da zona da degola.


Paulista
Alguns meses depois de perder o nacional, em 1995 o Corinthians se vingou com o título do Paulista com golaço de falta de Marcelinho Carioca e depois Elivélton na prorrogação.

Em 1999, outra revanche alvinegra, após eliminação na Libertadores, um empate por 2 a 2 garantiu o título ao Timão, em jogo marcado pela briga no fim.

Em 2011, um gol de Alessandro salvou o emprego de Tite, que vinha de eliminação na Libertadores para o Tolima. No ano passado, um empate por 2 a 2 na Arena Corinthians levou o jogo para os pênaltis e o Verdão levou a melhor.


Libertadores
Talvez os mais famosos confrontos tenham sido mesmo pela competição sul-americana em 1999 e 2000. Nas duas vezes o Palmeiras levou a melhor nos pênaltis em consagração de Marcos. Em 1999, Corinthians 2 x 0 Palmeiras e em 2000, Palmeiras 3 x 2 Corinthians.