Jair Ventura - Botafogo

Ex-auxiliar, Jair Ventura está no comando do Botafogo há pouco mais de um ano (Foto: Felippe Rocha)

Felippe Rocha
19/09/2017
21:42
Enviado Especial a Porto Alegre (RS)

Antes das lesões de jogadores importantes e da venda de Pedro Rocha, o Grêmio apresentava o que era considerado por muitos "o futebol mais vistoso" do país. O Botafogo enfrenta o Tricolor Gaúcho em casa, e já há quem veja que esse futebol encantador passou, apesar de tais jogadores estarem em processo de recuperação. O técnico Jair Ventura minimiza a queda de produção do rival desta quarta-feira, e garante força também de seus comandados na disputa.

- Não tem momento bom para enfrentar o Grêmio. Ainda vejo o Grêmio com o futebol mais vistoso. E ainda se equipara com a gente na parte competitiva. Fazem um ano fantástico. Mas o Botafogo também tem suas forças. Ninguém convidou a gente para estar aqui. Temos nossa força, nosso jogo coletivo - entende o treinador alvinegro.


Após o 0 a 0 no primeiro jogo das quartas de final da Copa Libertadores, os times de Renato Gaúcho e Jair Ventura duelam, agora, na Arena do Grêmio. Embora garanta não jogar para empatar, o treinador analisa a segunda partida do confronto como sem favorito.

- Grande jogo, duas grandes equipes e que estavam nas três competições. Os dois acabaram eliminados e sabemos a força da torcida. A nossa também fez grande festa. Não tem favorito. Quem for mais efetivo no terço final vai ser mais feliz - pondera.