Paraná x Oeste

Válber e Lúcio Flávio marcaram os gols paranistas. (Giuliano Gomes/PR PRESS)

Guilherme Moreira
27/05/2016
22:27
Curitiba (PR)

Após sair atrás do placar, o Paraná conseguiu a virada e ganhou do Oeste por 2 a 1 nesta sexta-feira, na Vila Capanema, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo, marcado por muitas chances, foi aberto e ainda teve duas expulsões.

O confronto começou quente. Com 7, a zaga do time adversário tentou sair jogando, Válber conseguiu dar um toque para Robson, que acionou Lúcio Flávio dentro da área para chutar de esquerda, obrigando Felipe Alves a fazer grande defesa, espalmando para fora. Dois minutos depois foi a vez de Léo Bahia fazer jogada individual e arriscar de fora da área, assustando o goleiro Marcos.

Aos 15, Mazinho fez jogada pela direita em diagonal e tocou para Velicka chutar da meia-lua e a bola passar perto da trave. Com 18, nova chegada do Oeste. Em bobeira do sistema defensivo, a bola sobrou para Léo Arthur que, cara a cara com o arqueiro paranista e dentro da área, chutou em cima.

O Tricolor, com dificuldades de chegar com a bola no chão, tentava oferecer perigo em bola parada. Aos 19, Nadson cobrou falta colocado e passou por cima do travessão. Porém, com 21, a equipe paulista fez. Mazinho apareceu nas costas de Rafael Carioca, driblou Uchôa e chutou cruzado para abrir o placar, contando com a falha de Marcos. 0x1.

A resposta dos donos da casa foi imediata, aos 26. Primeiro, Uchôa aproveitou rebote para bater com categoria e Felipe Alves tirar com as pontas dos dedos. Na cobrança do escanteio, Robson desviou de cabeça e Lúcio Flávio apareceu por trás para completar de carrinho. 1x1.

Logo na sequência, o Paraná conseguiu virar. Aos 28, o time fez boa troca de passes pela primeira vez e Válber aproveitou a falha da zaga na hora de afastar, se antecipou e tocou por cima do goleiro. 2x1.

Após uma queda no ritmo da partida, uma nova chance foi criado com 38, quando Léo Arthur driblou dois jogadores e chutou no canto esquerdo de Marcos, que tirou para escanteio em ótima intervenção. Com 41, na última chegada do primeiro tempo, o Tricolor aproveitou bola roubada na intermediária, Válber lançou Robson, que cortou para o meio e bateu em cima do goleiro adversário.

Diferente dos 45 iniciais, a segunda etapa iniciou sem oportunidades. Mais pegado, o duelo teve dois expulsos em oito minutos: Bruno Silva pelo Oeste e Válber no Paraná. Com 15, a prmeira chance. Diego Tavares fez boa jogada pela direita, invadiu a área e tentou encobrir, mas passou raspando a trave.

O time paulista só chegou com 28. Maurinho cruzou para Rafael Rocha, que tinha acabado de entrar, ajeitar e girar chutando, a bola explodindo o travessão. No rebote, Léo Arthur bateu forte e a bola foi por cima.

A equipe paranista respondeu com 32, em jogada puxada por Diego Tavares pela direita que cruzou, a zaga tirou e deu nos pés do Nadson, que tentou uma vez e parou no arqueiro. Na sequência, o meio-campista deu de cabeça e, com desvio do zagueiro, sobrou para Robson cabecear na pequena área para fora.

No minuto seguinte, o time adversário chegou com perigo. Renan Mota puxou pela esquerda e tocou para Francisco Alex que, perto da meia-lua, mandou uma bomba que passou muito perto da trave.

Com o triunfo, o Paraná pulou provisoriamente para a sexta colocação, com sete pontos - enquanto o Oeste caiu para décimo quarto, com quatro pontos. Na próxima rodada, o Tricolor enfrenta o Londrina na terça-feira, às 19h15, no Estádio do Café. Já a equipe do interior paulista recebe o Vasco da Gama no mesmo dia, às 21h30, em Osasco.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ 2X1 OESTE

Local
: Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Data-Hora: 27/5/2016 - 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Celio Amorim (SC)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
Público/renda: 1.248 pagantes /R$ 25.360,00
Cartões amarelos: Rafael Carioca, Válber, Diego Tavares (PRC), Bruno Silva (OES)
Cartões vermelhos: Válber (PRC), Bruno Silva (OES)
Gols: Mazinho (21'/1ºT) (0-1), Lúcio Flávio (26'/2ºT) (1-1), Válber (28'/1ºT) (2-1)

PARANÁ: Marcos; Diego Tavares (Robert), Pitty, João Paulo e Rafael Carioca (Fernandes); Lucas Otávio, Anderson Uchôa, Nadson e Válber; Robson e Lúcio Flávio (Leandro Silva). Técnico: Claudinei Oliveira.

OESTE: Felipe Alves; Francis, Bruno Silva e Léo Bahia (Francisco Alex); Velicka, Clebson (Renan Mota), Mazinho e Danielzinho; Maurinho, Ricardo Bueno (Rafael Rocha) e Léo Arthur. Técnico: Fernando Diniz.