torcida Coritiba

Com telão no campo, mais de 10 mil torcedores alviverdes estiveram no Couto Pereira. (Divulgação/Coritiba)

Guilherme Moreira
17/10/2016
15:45
Curitiba (PR)

Em uma situação inusitada, as torcidas de Atlético-PR e Coritiba assistiram o duelo de domingo, pela trigésima primeira rodada da Série A, em locais diferentes. Enquanto os atleticanos foram à Vila Capanema, palco do jogo, os alviverdes estiveram no Couto Pereira.

Devido ao show do tenor italiano Andrea Bocelli nesta quarta-feira, a Arena da Baixada ficou impossibilitada de receber o clássico entre os times paranaenses e ouviu negativas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do rival para mudança de data. Para tentar amenizar o prejuízo de aluguel e abertura do estádio do Paraná, de aproximadamente R$ 160 mil ao todo, o Furacão dobrou o valor do bilhete de R$ 100 para R$ 200. 

Em protesto, a diretoria coxa-branca devolveu a carga de 1.600 ingressos enviada pelo Atlético-PR por considerar o valor abusivo e sem nenhuma explicação para o aumento. E promoveu um evento em sua casa para a torcida acompanhar o Atletiba.

A partir das 12h de domingo, o clube disponibilizou o "Food Park", com venda de lanches, churros e cerveja. Um telão no gramado foi instalado para a transmissão da partida. Ao todo, 10.287 pessoas foram ao Couto Pereira - a entrada era de um quilo de alimento não perecível.

Esse público foi superior ao registrado na Vila Capanema, onde apenas a torcida do Furacão compareceu ao habilitar o smart de associado - o clube tem aproximadamente 20 mil sócios. No campo paranista, 6.684 atleticanos assistiram a vitória rubro-negra por 2 a 0, com gols de Matheus Rossetto e Pablo.