Surto de dengue em Foz atinge o elenco do clube na véspera do jogo contra o Coritiba

Site oficial/Coritiba

Daniel Piva
03/02/2016
17:18
Curitiba (PR)

O Foz do Iguaçu encara o Coritiba, na noite desta quarta-feira, às 21h45, pela segunda rodada do Campeonato Paranaense. Porém, esse acaba sendo um dos menores problemas que o clube tem pela frente. Isso porque oito jogadores e dois membros da comissão técnica foram internados devido a mal estar. Um atleta está com dengue e os demais estão em observação.

A cidade de Foz do Iguaçu vive um surto de dengue. Mais de 560 casos da doença foram confirmados na região e agora atinge o clube. "Não foram liberados do hospital não. Um atleta está com dengue, algo já confirmado. Os demais seguem em suspeita. Estão em observação", afirma o presidente Arif Osman.

O dirigente lamenta o ocorrido, mas isenta o clube de qualquer responsabilidade no caso. "A nossa estrutura é boa. Treinamos em um hotel cinco estrelas. A verdade é que a cidade de Foz do Iguaçu está em uma situação delicada quanto a esta doença", lamenta.

O clube prefere não passar os nomes dos internados. Primeiramente por respeito aos profissionais e aos familiares. Em segundo para não facilitar a vida do Coritiba, adversário na noite desta quarta. "A única coisa que posso dizer é que são cinco atletas titulares do time", diz Arif Osman.

Mesmo com o imprevisto, o presidente garante que o clube sequer tentou um adiamento da partida. "Nem falamos com a Federação Paranaense de Futebol sobre isso. Temos 45 jogadores registrados no BID. O treinador tem pelo menos 30 opções. Não é o que queríamos, mas o show tem que seguir", assegura Osman.