Maurício Andrade

Andrade, que era supervisor, assumiu a função após a saída de João Paulo Medina. (Divulgação/Coritiba)

Guilherme Moreira
17/08/2016
18:57
Curitiba (PR)

O Coritiba oficializou nesta quarta-feira a saída de Maurício Andrade do cargo de CEO do clube paranaense. Com problemas de saúde, o dirigente optou por se desligar do Alto da Glória durante a semana.

Indicado por João Paulo Medina, que ocupou a função e saiu em maio do ano passado, o então supervisor de futebol assumiu como gerente executivo. Consultor de gestão esportiva e com passagem pela Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Andrade foi elogiado pela cúpula coxa-branca por seu "fortalecimento do modelo de gestão e no cumprimento de metas de controle financeiro" da gestão.

Esse é a nona baixa na diretoria do Coxa, que assumiu no início de 2015. Em 20 meses no comando do Verdão, a chapa "Coxa Maior" perdeu cinco vices (Ricardo Guerra, Ernesto Pedroso, André Macias e Pierre Boulos e Luiz Antônio Eugênio de Lima) e três funcionários (Maurício Cardoso, João Paulo Medina e Valdir Barbosa) do alto escalão, além da saída oficializada de Maurício Andrade
agora.

Com a saída do dirigente, o vice-presidente e integrante do G5, Gilberto Griebeler, assume a função interinamente. A direção alviverde, entretanto, já procura um profissional remunerado para a função.

Confira a nota oficial:

"A diretoria administrativa do Coritiba Foot Ball Club comunica aos seus associados e torcedores o desligamento do CEO do clube, Maurício Andrade, de suas funções. Andrade passará por um tratamento de saúde e, visando sua melhor e adequada recuperação, optou-se pelo desligamento de suas atividades profissionais no Alto da Glória.

A diretoria administrativa agradece aos trabalhos realizados por Maurício Andrade no Coxa, seu empenho no fortalecimento do modelo de gestão, o cumprimento de metas de controle financeiro e, sobretudo, sua dedicação e respeito ao clube".