Festa paranista em Maceió

Festa paranista em Maceió (Foto: Twitter/ Esporte Banda B)

LANCE!
18/11/2017
20:28
Curitiba (PR)

Após dez anos, o Paraná está de volta à elite do futebol brasileiro! O acesso veio com a vitória por 1 a 0 sobre o CRB-AL, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, e com os tropeços dos concorrentes. Assim, o Tricolor chegou a marca de 63 pontos e garantiu a vaga na Primeira Divisão. Concorrentes na briga pelo acesso, o Oeste perdeu para o rebaixado ABC por 2 a 0 e o Londrina empatou sem gols com o líder América-MG.

Com a igualdade do time mineiro e a vitória do Internacional sobre o Goiás por 2 a 0, a disputa pelo título seguirá até a última rodada, já que a diferença caiu para dois pontos (70 a 68). O Coelho recebe o CRB-AL, no Independência, enquanto o Inter pega o Guarani, no Beira-Rio. Todas as partidas acontecem no próximo sábado, às 17h30, de Brasília.

- Hoje é um momento de falar pela emoção. É indescritível. Temos que agradecer a toda essa torcida. E temos que lembrar sempre do Pessalli, que nos ajudou lá de cima. Torcedor, comemore. Acabou! - desabafou o zagueiro Eduardo Brock, capitão paranista, relembrando de Jonas Pessalli, ex-jogador paranista que faleceu em um acidente de carro no meio do ano.

O desabafo não foi à toa. O Paraná caiu em 2007 e a cobrança para buscar o acesso era grande. Em alguns momentos (nos jogos contra Oeste e Santa Cruz), o time demonstrou sentir a pressão. Mas na tarde deste sábado o clima era de tranquilidade.

Precisando do resultado, o time paranista pressionou muito no primeiro tempo. Robson e Feijão, de longe, exigiram boas defesas do goleiro Edson Kolln, do CRB. Já o meia Zezinho apareceu na cara do gol, mas chutou em cima do arqueiro.

Na etapa final, sabendo dos demais resultados (ABC 2x0 Oeste e Londrina 0x0 América-MG), o Paraná passou a pressionar e arriscar ainda mais. Até que, aos 17 minutos, Alemão fez uma bonita jogada e cruzou para atrás, mas o zagueiro Audálio, do time alagoano, tentou cortar e marcou contra. 1 a 0 Tricolor.

- Sentimento indescritível. Eu avisei aos companheiros e ao professor que eu ia entrar e ajudar muito - comemorou o atacante Alemão, que saiu do banco de reservas e entrou na vaga de Zezinho.

Com a vitória por 1 a 0, o Paraná passou a travar o jogo e esperou o tempo passar para comemorar o acesso à elite do futebol brasileiro após dez anos. A equipe levou apenas um susto, em uma grande defesa do goleiro Richard.

- O sentimento é único. Esta equipe está de parabéns. Sofremos, tivemos dúvidas e fomos merecedores. Agora o torcedor pode falar com todo o orgulho: o Paraná é Série A - gritou o meia Renatinho, principal jogador paranista na campanha.