Paraná x Náutico

Alemão (à esq.) tinha proposta do exterior, mas preferiu ficar no Brasil.

LANCE!
24/01/2018
12:15
Curitiba (PR)

O Paraná acertou duas movimentações de mercado nesta quarta-feira. Enquanto o atacante Alemão, 28 anos, será emprestado ao futebol asiático, o clube paranaense trouxe o meia-atacante Lucas Fernandes, 23 anos, do Fluminense.

A saída do centroavante, apesar do mesmo alegar problemas pessoais, tem outro contorno. O LANCE! apurou que atleta contrariou a orientação do clube e acabou saindo para a balada ao lado do zagueiro Rayan, na semana que antecedia a estreia no Campeonato Paranaense. O vídeo chegou à diretoria, que decidiu não mantê-lo nos planos da temporada - a comissão técnica gostaria de tê-lo, mas não fez objeção para a transferência. Enquanto Alemão, que era reincidente, a opção foi o empréstimo, o outro companheiro foi multado em 40% do salário.

O atacante foi importante na campanha do acesso no ano passado, marcando sete gols em 27 partidas. Na penúltima rodada, inclusive, foi dele a jogada que carimbou a vaga para a Série A, contra o CRB - o defensor Audálio marcou contra.

O atleta chegou a ser anunciado pelo Guarani, mas deixou a direção do Bugre o esperando por dois dias e melou o negócio. Alemão tinha proposta para sair em definitivo para o futebol asiático e acabou acertando por empréstimo até o final da temporada. A proposta salarial era bem superior. A equipe é o Busan IPark, da Coréia do Sul.

Por outro, a diretoria trouxe um jogador para suprir uma carência conhecida. Buscando um atleta que jogue pelos lados, o Tricolor foi atrás de Lucas Fernandes, do Flu. O meia-atacante, que tem passagens pelo Atlético-PR em 2016 e 2017, com destaque no primeiro ano, chega à Curitiba no período da tarde para assinar contrato de empréstimo até o final de 2018.

Sem espaço com Abel Braga, o atacante de velocidade se reapresentou ao Tricolor das Laranjeiras e não participou da pré-temporada do clube nos EUA por não conseguiu tirar o visto a tempo. Na estreia do Campeonato Carioca, contra o Boavista, mesmo com um time formado por reservas e jogadores do sub-20, ele ficou somente no banco.