Operário derrotou o Coxa em Ponta Grossa e no Couto Pereira

Operário foi campeão ao bater o Coxa em Ponta Grossa e no Couto Pereira (Foto: site oficial)

Daniel Piva
19/02/2016
12:01
Curitiba (PR)

O Coritiba volta a campo pelo Campeonato Paranaense neste domingo, contra o Operário, às 19h30, no Couto Pereira. O adversário é o mesmo que derrotou o Coxa na final do Estadual do ano passado por 3 a 0, em Curitiba, e ficou com a taça da competição. Este vai ser o primeiro reencontro entre os clubes desde aquela decisão. Mesmo assim, o elenco coxa-branca descarta qualquer clima de revanche.

"Isso já passou, não tem como voltar atrás. Tudo o que a gente pode fazer é jogar e escrever uma nova história, principalmente por ser dentro do Couto Pereira", diz o jovem atacante Guilherme Parede, que na época ainda era das categorias de base. "Por isso assisti aquela final da arquibancada", revela.

Sem vencer há três jogos no total, o Coritiba busca a reabilitação. "Isso é mais importante do que qualquer clima de revanche ou de vingança. A gente precisa voltar a vencer, esse que é o nosso único objetivo no domingo", garante o técnico Gilson Kleina.

Do elenco atual do Coritiba, quatro atletas são remanescentes do time que perdeu por 3 a 0 para o Operário na final do ano passado: o zagueiro Luccas Claro, o lateral Carlinhos, o volante João Paulo e o atacante Negueba. Outros nomes estavam no elenco mas não jogaram e ainda há o caso do meia Ruy, que na época defendia a equipe de Ponta Grossa.

Para o jogo deste domingo, o Coxa vai ter o retorno do lateral Ceará, que ficou fora das últimas duas rodadas. Por outro lado, Negueba segue vetado pelo departamento médico e assim Guilherme Parede continua como titular no ataque ao lado de Leandro e Kleber Gladiador.