treino Coritiba

Coxa analisa que duelo será de muito contato e força física. (Divulgação/Coritiba)

Guilherme Moreira
21/09/2016
00:10
Curitiba (PR)

Com mais de oito mil ingressos vendidos antecipadamente, o Coritiba entra em campo nesta quarta-feira, às 21h45, no Couto Pereira, diante do Belgrano-ARG pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O duelo contra a equipe argentina promete ser pegado e um atleta em particular gosta que seja assim.

Com preferência por jogo físico e de contato, o turco Kazim acredita que essa partida vai te favorecer dentro de campo. Por ser um duelo com rivalidade de Brasil e Argentina, o jogador chegou a comparar com o clássico do seu ex-time Fenerbahçe com Galatasaray, confronto que disputou na Turquia.

- Esse tipo de jogo é o que eu mais gosto de jogar. Gosto de jogos grandes. O Belgrano vai vir aqui e jogar com muita força física e porrada. Desculpa, mas é porrada que vocês falam né? Esse tipo de jogo me favorece. Eu gosto do jogo físico - apontou.

Atuando na América do Sul pela primeira vez, com o Coxa, Kazim só sabe do clima desses jogos pela televisão. Mesmo assim, ele crê que, apesar de os dois times nunca terem se enfrentado, o tipo de competição é dessa forma.

- Eu não tenho experiência de Libertadores, mas tenho experiência em grandes jogos. Por exemplo, Turquia contra Grécia que são dois países de grande rivalidade e Galatasaray contra Fenerbahçe. Vai ser igual, talvez mais. A atmosfera será incrível, mas nós vamos focar no jogo. Não na torcida, não na mídia. No jogo, porque é uma grande partida na história do Coritiba - completou.

O goleiro Wilson, por outro lado, não quer que a equipe alviverde entre no jogo do adversário. O arqueiro pede calma e que o time não se afobe dentro de campo, independente das circunstâncias.

- A gente sabe que eles gostam dessa catimba, que eles provocam bastante. Eu assisti ao jogo deles e é um time de muita força. Temos que entrar com a cabeça muito boa - sentenciou.

O técnico Paulo César Carpegiani não poderá contar com o zagueiro Luccas Claro e o meia Raphael Veiga , vetados pelo departamento médico. Enquanto o primeiro sentiu uma lesão no músculo da coxa no treinamento de domingo e não tem previsão de retorno, o segundo sofreu uma lesão muscular de gravidade pequena contra o Sport, pela Série A, e também não atua contra o Palmeiras no sábado.

Já o volante Amaral, que fez o gol da vitória contra o Leão da Ilha, teve uma fratura do maxilar e também não fica à disposição da comissão técnica. O meia Juan, que era dúvida, também acabou vetado.

Por outro lado, o zagueiro Walisson Maia se recuperou e foi relacionado. Os volantes João Paulo e Alan Santos, que estiveram fora do jogo em Recife por suspensão automática, retornam naturalmente ao time titular. Carlinhos também deve voltar.

O Coritiba deve ir a campo com: Wilson; Dodô, Nery, Juninho, Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Yan; Evandro (Iago), Kazim e Leandro.