Betinho técnico Confiança

Betinho destacou importância de jogo contra o Flamengo pela Copa do Brasil (Foto: Reprodução/Facebook)

RADAR/LANCE!
15/03/2016
16:05
Aracaju (SE)

O Confiança-SE estreia na Copa do Brasil nesta quarta-feira, às 21h45, contra o Flamengo, no estádio Batistão. E a partida está movimentando Aracaju e terá casa cheia. Segundo Betinho, técnico da equipe sergipana, 'só se fala desse jogo' na cidade. O treinador sabe que uma vitória sobre um grande clube como o Rubro-Negro terá grande repercussão, e garantiu que isso é uma motivação natural para os jogadores.

- Trata-se de um jogo atípico, só se fala desse jogo. O Estadual e Copa do Nordeste ficaram em segundo plano. É um jogo onde não é preciso motivar ninguém, a responsabilidade diminui, pela qualidade do adversário. O compromisso é do Fla, o que tenho de falar é vão lá e se divirtam com responsabilidade. Uma vitória teria uma repercussão nacional e internacional, e isso seria ótimo. Para mim, que tenho experiência, é mais um jogo. Mas os jogadores vivem um momento diferente onde eles precisam se divertir – disse Betinho, em entrevista ao programa Bate Bola, da ESPN.

O jogo é tratado com muita importância pelo Confiança. Além da classificação para a fase seguinte, a partida será essencial para o futuro do time na Série C.

- Sabemos o quanto o jogo representa para o nosso estado e para a nossa equipe. A renda será fundamental para que no segundo semestre possamos ter um time competitivo para a Série C do Brasileiro. Jogadores sabem da responsabilidade, o torcedor estará presente. Quando saiu o sorteio comemoramos como se fosse um gol por causa da importância – conta Betinho.

Betinho vive uma situação diferente da maioria dos treinadores do Brasil. Ele já está no comando do time sergipano há mais de dois anos. Ele exalta a confiança em seu trabalho e a estrutura do clube.

- Estou na terceira temporada, houve evolução no Confiança na parte de estrutura, do lado profissional até por isso fixo esse tempo todo. Dá condições para mim e para os jogadores, hoje temos o Estádio Sabino Ribeiro, com um vestiário que poucos clubes têm, com hidro, banheira. Tudo muito bom. Os atletas se sentem confortáveis, concentração boa, alimentação OK. O Confiança se profissionalizou e chegou até aqui. Ganhamos o Estadual e fomos campeões da Série D. Depois, fomos bicampeões estaduais e brigamos pelo acesso para a B. E agora queremos o tri inédito e vejo que temos condições de continuar com sequência de conquistas.