LANCE!
16/06/2017
21:39
Rio de Janeiro (rj)

O início ruim do Serrano na Série B1 do Campeonato Carioca está significando muito trabalho para o goleiro Paulo Victor. Único atleta do time a atuar nos cinco jogos, o camisa 1 está se destacando no Estadual, apesar dos 11 gols sofridos nas quatro derrotas e um empate.

Neste sábado, às 15h, o vice-lanterna Serrano recebe o São Cristóvão, último colocado do Grupo B, no Estádio Atílio Marotti e Paulo Victor espera, enfim, alcançar a primeira vitória no Estadual.

- Estamos incomodados com situação na tabela. Não estamos bem é verdade, mas sabemos que o grupo é bom e só nós podemos reverter isso. Confiamos no professor Biro para tirar a gente dessa. Seguimos trabalhando forte para, enfim, dar a primeira vitória ao Serrano na competição e fazer desse próximo jogo contra o São Cristóvão, em casa, diante da nossa torcida, um divisor de águas - afirmou.

Formado nas divisões de base do Fluminense e com passagem pelo Macaé, onde conquistou a Série C do Brasileiro de 2014, Paulo Vitor acredita que o pior momento do Serrano na competição já passou. Aos 22 anos e nascido em Petrópolis, o goleiro que ajudar o time de sua cidade a sair da má fase com sua experiência.

- Claro que conta demais esses jogos e o título pelo Macaé. Me deu experiência e mais sabedoria para encarar as adversidades no meu trabalho. Futebol é um aprendizado constante. Vida de goleiro é fascinante, mas não é fácil. Às vezes, você fecha o gol durante 89 minutos e toma um no último minuto. Toda sua atuação pode ir por água abaixo com o gol levado. Apesar disso, me sinto preparado tanto as vitórias quanto as derrotas. Continuarei a dar a vida por essa camisa do Serrano de muita história - explicou Paulo Victor, antes de pedir o apoio da torcida:

- Precisamos demais deles e tenho certeza que virão nos apoiar como já vem fazendo. E isso será nosso combustível durante os 90 minutos - convocou o goleiro.