Muricy Ramalho não formou time nesta sexta (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Muricy Ramalho não formou time nesta sexta (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

João Matheus Ferreira
12/02/2016
12:19
Rio de Janeiro (RJ)

Muricy Ramalho não quer saber de mistério para o clássico contra o Vasco, neste domingo, às 17h, em São Januário. Após o treino desta sexta-feira, o treinador confirmou que vai levar a campo o mesmo time que goleou a Portuguesa, na quarta-feira de cinzas, em Volta Redonda. Embora a imprensa tenha sido liberada uma hora depois do início da atividade, o comandante garantiu que só vai fazer alguma mudança caso aconteça algo inesperado.

- O técnico só faz mistério quando tem dúvida e a gente não tem dúvida. Os que iniciaram o jogo acabaram bem fisicamente, então não temos dúvida. O time é o que vem jogando, a não ser que aconteça alguma coisa de última hora. E sobre o atraso, falem com eles aqui (risos) - disse, apontando para os assessores de imprensa do Flamengo, presentes na sala da coletiva.

Como a equipe será a mesma (Paulo Victor; Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Márcio Araújo; Willian Arão, Mancuello, Marcelo Cirino e Emerson Sheik; Guerrero), a presença do volante Cuéllar entre os titulares está descartada. O treinador, inclusive, apontou que sequer deve utilizar o colombiano no clássico.

- Ainda vamos conversar com o departamento físico, estamos tendo calma com os jogadores. A pré-temporada dele foi forte, mas ainda falta um pouco. Ele demorou a ser regularizado, ia treinar mais com o grupo, não treinou, então dificilmente vai entrar em campo nesse jogo - disse Muricy Ramalho.

Na última quinta-feira, ficou confirmado que o árbitro da partida será Leonardo Garcia Cavaleiro. Perguntado sobre a escalação dele, Muricy elogiou a atuação dele na estreia do Flamengo no Carioca, contra o Boavista, há duas semanas, e garantiu que não pretende fazer qualquer pressão na arbitragem da partida.

- Me falaram que é o mesmo árbitro de Flamengo x Boavista. Se for esse, fez uma excelente partida naquele jogo. Não falo de arbitragem porque parece que quer passar a responsabilidade para eles. Faz anos que não sou expulso no banco de reservas. Ele fez uma excelente partida contra o Boavista, mas cada jogo é uma história diferente. Não posso sair para o jogo pensando que o árbitro vai ser contra. Se eu colocar isso na cabeça do jogador... Temos que estar concentrados e não no jogo - comentou o treinador rubro-negro.

O Flamengo ainda treina na manhã deste sábado, novamente na Gávea, a última atividade antes do clássico. Com sete pontos em três jogos, o Rubro-Negro está na segunda colocação do grupo 2 do Estadual, atrás do Botafogo.