icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/08/2015
23:53

O Palmeiras venceu mais uma vez sem empolgar. Em um roteiro semelhante ao dos 4 a 2 sobre o Flamengo, o time abriu o placar cedo, caiu de rendimento, mas mesmo assim bateu o Cruzeiro, por 2 a 1, nesta quarta-feira, e saiu na frente na luta por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

A principal mudança de Marcelo Oliveira foi mandar Rafael Marques para o banco – Zé Roberto começou o jogo na vaga. Na frente, Barrios estreou como titular. O Verdão começou melhor o jogo, e inflamou a torcida aos quatro minutos, quando Dudu, após uma dividida com Charles, “atropelou” Luxemburgo sem querer. O técnico machucou a mão esquerda no lance, e ouviu provocações dos palmeirenses, que o xingaram muito

Logo depois, Barrios enfiou grande bola para Cleiton Xavier entrar na área e abrir o placar. Até então, tudo era festa para os alviverdes. O time, porém, passou a dar espaço para o Cruzeiro, que se aproveitou da cobertura ruim nas costas de Lucas e Egídio. Fabrício acertou um bom tiro e Prass fez boa defesa. A preocupação começou a aumentar e atingiu seu ápice aos 25, quando Arouca saiu de campo, lesionado (sentiu a coxa e passará por exames nesta quinta).

Marcelo Oliveira surpreendeu na substituição, colocando Rafael Marques. O time não reagiu bem à ausência do camisa 5, e passou a jogar ainda pior. Prass, no fim da primeira etapa, evitou o empate. Mas aos quatro do segundo tempo nada pôde fazer, quando Leandro Damião acertou um tiro cruzado, semelhante ao de Cleiton, para empatar a partida no Palestra.

A torcida, impaciente, pediu Cristaldo e o técnico colocou o camisa 9 na vaga de Barrios. Foi a substituição anterior, porém, que resolveu: Rafael Marques, de cabeça após cruzamento de Dudu, deu número finais à partida no Allianz. Os cruzeirenses foram para o abafa no fim, e cansaram de rondar a área alviverde, mas não conseguiram igular o placar. O Verdão, agora, joga por um empate na quarta que vem, no Mineirão – a Raposa, com 1 a 0, passa de fase.

O problema é que a ausência de Gabriel, já muito sentida, pode ser potencializada caso Arouca tenha de parar no departamento médico. O camisa 5 é, assim como o outro volante, fundamental. Não ter os dois, e com o time mal, de novo, é bastante preocupante.


Dudu se desculpa com Luxa após trombada no primeiro tempo

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 1 CRUZEIRO

Data/Horário: 19 de agosto de 2014, às 22h
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Rafael da Silva Alves (RS)
Cartões amarelos: Zé Roberto (PAL) e Fabrício (CRU)
Publico e renda: 24.889 pagantes/R$ 1.621.115
Gols: Cleiton Xavier, 8'1ºT (1-0); Leandro Damião, 4'2ºT (1-1); Rafael Marques, 17'2ºT (2-1)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Jackson, Vitor Hugo e Egídio; Arouca (Rafael Marques 25'1ºT), Andrei Girotto, Zé Roberto, Cleiton Xavier (Amaral 33'2ºT), Dudu; Lucas Barrios (Cristaldo 14'2ºT).
Técnico: Marcelo Oliveira

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Manoel, Paulo André e Mena; Chales (Ariel Cabral 26'2ºT), Fabrício e Henrique; Marquinhos (Vinícius Araújo 21'2ºT), Leandro Damião e Alisson (Arrascaeta 33'2ºT).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo


O Palmeiras venceu mais uma vez sem empolgar. Em um roteiro semelhante ao dos 4 a 2 sobre o Flamengo, o time abriu o placar cedo, caiu de rendimento, mas mesmo assim bateu o Cruzeiro, por 2 a 1, nesta quarta-feira, e saiu na frente na luta por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

A principal mudança de Marcelo Oliveira foi mandar Rafael Marques para o banco – Zé Roberto começou o jogo na vaga. Na frente, Barrios estreou como titular. O Verdão começou melhor o jogo, e inflamou a torcida aos quatro minutos, quando Dudu, após uma dividida com Charles, “atropelou” Luxemburgo sem querer. O técnico machucou a mão esquerda no lance, e ouviu provocações dos palmeirenses, que o xingaram muito

Logo depois, Barrios enfiou grande bola para Cleiton Xavier entrar na área e abrir o placar. Até então, tudo era festa para os alviverdes. O time, porém, passou a dar espaço para o Cruzeiro, que se aproveitou da cobertura ruim nas costas de Lucas e Egídio. Fabrício acertou um bom tiro e Prass fez boa defesa. A preocupação começou a aumentar e atingiu seu ápice aos 25, quando Arouca saiu de campo, lesionado (sentiu a coxa e passará por exames nesta quinta).

Marcelo Oliveira surpreendeu na substituição, colocando Rafael Marques. O time não reagiu bem à ausência do camisa 5, e passou a jogar ainda pior. Prass, no fim da primeira etapa, evitou o empate. Mas aos quatro do segundo tempo nada pôde fazer, quando Leandro Damião acertou um tiro cruzado, semelhante ao de Cleiton, para empatar a partida no Palestra.

A torcida, impaciente, pediu Cristaldo e o técnico colocou o camisa 9 na vaga de Barrios. Foi a substituição anterior, porém, que resolveu: Rafael Marques, de cabeça após cruzamento de Dudu, deu número finais à partida no Allianz. Os cruzeirenses foram para o abafa no fim, e cansaram de rondar a área alviverde, mas não conseguiram igular o placar. O Verdão, agora, joga por um empate na quarta que vem, no Mineirão – a Raposa, com 1 a 0, passa de fase.

O problema é que a ausência de Gabriel, já muito sentida, pode ser potencializada caso Arouca tenha de parar no departamento médico. O camisa 5 é, assim como o outro volante, fundamental. Não ter os dois, e com o time mal, de novo, é bastante preocupante.


Dudu se desculpa com Luxa após trombada no primeiro tempo

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 1 CRUZEIRO

Data/Horário: 19 de agosto de 2014, às 22h
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Rafael da Silva Alves (RS)
Cartões amarelos: Zé Roberto (PAL) e Fabrício (CRU)
Publico e renda: 24.889 pagantes/R$ 1.621.115
Gols: Cleiton Xavier, 8'1ºT (1-0); Leandro Damião, 4'2ºT (1-1); Rafael Marques, 17'2ºT (2-1)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Jackson, Vitor Hugo e Egídio; Arouca (Rafael Marques 25'1ºT), Andrei Girotto, Zé Roberto, Cleiton Xavier (Amaral 33'2ºT), Dudu; Lucas Barrios (Cristaldo 14'2ºT).
Técnico: Marcelo Oliveira

CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Manoel, Paulo André e Mena; Chales (Ariel Cabral 26'2ºT), Fabrício e Henrique; Marquinhos (Vinícius Araújo 21'2ºT), Leandro Damião e Alisson (Arrascaeta 33'2ºT).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo