LANCE!
12/01/2016
20:57
São Carlos (SP)

Campeão em 1974, 1978, 1980 e 1998, o Internacional segue em busca do seu quinto título na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em duelo realizado em São Carlos e válido pela terceira fase da 47ª edição da Copinha, o Colorado enfrentou um Rio Claro valente, mas venceu por 2 a 0, na noite desta terça-feira, em duelo realizado no Estádio Professor Luís Augusto de Oliveira. Mila e Charles garantiram o triunfo colorado em jogo marcado pelas condições ruins do gramado, que ficou muito prejudicado pela chuva que não deu trégua.

Já garantido nas oitavas de final, o Colorado, agora, aguarda o vencedor do duelo entre Corinthians e Guarani, que se enfrentarão logo mais em Limeira. 

INTERNACIONAL SAI NA FRENTE

O Inter tratou de pressionar o Rio Claro logo nos primeiros minutos de bola rolando. Ariel tomou para si o protagonismo do jogo e criou três chances para o Colorado em apenas oito minutos. Era o presságio de que o gol do Inter não tardaria para acontecer. E ele veio aos nove. Após cobrança de escanteio, Mila, bem posicionado, finalizou sem chance para o goleiro Gustavo Fraga. Inter 1 a 0.

O gol sofrido não abateu o Rio Claro. Trabalhando bem a bola, o Galo Azul quase chegou ao empate aos 16. Wesley, após rebote de Igor, teve o gol aberto, mas desperdiçou. Com a chuva que não deu trégua, o gramado do Estádio Luisão passou a ser um adversário para as duas equipes. Gramado que fez a ambulância do estádio atolar e precisar ser "socorrida". Mais objetivo, o Rio Claro teve nova chance de empate aos 44, após pênalti de Pedrinho em Charles. Mas Fabrício cobrou na trave direita de Igor.


RIO CLARO TENTA, MAS INTER VOLTA A MARCAR E AVANÇA

O Rio Claro teve mais posse de bola e volume de jogo no segundo tempo. As chances foram acontecendo, mas faltava tranquilidade para o Galo Azul. Ortiz, aos 14, teve ótima oportunidade. Pouco depois, aos 16, Gabriel, logo em seu primeiro lance, foi outro a ameaçar Igor. O Inter, por sua vez, trabalhava para conter o ímpeto rival.

A pressão era do Rio Claro, que por ficar mais tempo com a bola, sofria mais com o gramado cada vez mais sem condições de jogo. Eficaz, o Inter foi letal na única boa chance que teve ao longo do segundo tempo e garantiu a classificação aos 39. Cobrança de escanteio e cabeçada indefensável de Charles. Inter 2 a 0 e vaga nas oitavas de final da Copinha.