Campeonato Brasileiro - Goias x Coritiba (foto:Carlos Costa/LANCE!Press)

                     Juan celebra seu gol, o mais rápido do Brasileirão-2015 (Foto: Carlos Costa/LANCE!Press)

LANCE!
18/11/2015
21:24
Goiânia (GO)

Foram sete rodadas sem uma vitória sequer. Mas o Coritiba voltou a triunfar no Campeonato Brasileiro. Triunfo que veio na noite desta quarta-feira, em duelo direto contra o Goiás na luta contra o rebaixamento e válido pela 35ª rodada da competição. Com direito ao gol mais rápido do Brasileirão-2015, marcado por Juan aos 25 segundos, o Coxa fez 3 a 1 diante do Esmeraldino em pleno Serra Dourada. Vitória que garante fôlego ao time paranaense e complica ainda mais a situação do Goiás.

Com a vitória em Goiânia, o Coritiba foi aos 37 pontos, deixando momentaneamente a zona do rebaixamento – o Coxa depende dos tropeços de Figueirense e Avaí para terminar a rodada fora do Z4. O Goiás, por sua vez, segue com 34 e pode terminar a rodada na 20ª e última posição.


O Goiás volta a atuar no Brasileirão no próximo domingo, quando visitará o Atlético-MG, na Arena Independência, às 17h. Já o Coritiba, no mesmo dia, mas às 19h30, receberá o Santos, no Couto Pereira
GOL COM 25 SEGUNDOS E COXA EFICAZ

O torcedor do Goiás compareceu em bom número – algo que não vinha acontecendo na temporada – na tentativa de ser uma espécie de 12º jogador do Esmeraldino. Só que muitos chegaram ao Serra Dourada já com o Coritiba em vantagem. Com apenas 25 segundos de bola rolando, Henrique Almeida aproveitou falha de Felipe Macedo e deixou Juan na boa. Gol que passou a ser o mais rápido do Brasileirão-2015.

O Goiás teve mais posse de bola no primeiro – 64% contra 36%. Mas faltou capacidade para transpor a marcação de um bem postado Coritiba, que soube conter o ímpeto rival. Apenas aos 45 minutos que o Esmeraldino teve duas boas chances, ambas com Zé Love. Se faltava objetividade ao Goiás, o Coxa tinha de sobra. Solidez defensiva e poder de finalização. João Paulo, em jogada individual, finalizou de fora da área e venceu Renan, no último lance da primeira etapa. Coxa 2 a 0.

GOIÁS DIMINUI, MAS COXA CONFIRMA VITÓRIA

Contando com Erik para a etapa final, o Goiás voltou melhor, pressionando o Coritiba e tentando vencer a marcação rival. Postura facilitada pelo próprio Coxa, que chamou o rival para o seu campo na tentativa de, por exemplo, buscar os contra-ataques. O Goiás até marcou, mas o gol de Erik foi bem anulado. Sobrava vontade ao time da casa, mas faltava precisão. Bruno Henrique tentou utilizar sua velocidade, mas não teve sucesso.

A insistência do Goiás seria premiada aos 34 minutos. Falta de Alan Santos, que poderia até ter recebido o segundo cartão amarelo e gol do zagueiro Fred, em bela cobrança. Wilson nem esboçou reação. Empate à vista no Serra Dourada? O Esmeraldino bem que tentou, mas o nervosismo falou mais alto. Apenas Rafael Forster, aos 42, levou perigo. O Coxa soube conter o ímpeto adversário e ainda chegou ao terceiro. Em nova disputa com Felipe Macedo, Henrique Almeida levou a melhor e decretou o triunfo coxa-branca em Goiânia.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 X 3 CORITIBA

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data: 19/11/2015 – 19h30
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Rogério Pablos Zanardo (SP)
Público/Renda: 16.896 pagantes/ 17.527 presentes/R$73.310,00
Cartões amarelos: Felipe Macedo (GOI); Alan Santos (CTB)
Cartões vermelhos: Não houve.

Gols: Juan, 25''/1ºT(0-1); João Paulo, 47'/1ºT(0-2); Fred, 34'/2ºT(1-2) e Henrique Almeida, 47'/2ºT(1-3).

GOIÁS: Renan; Gimenez, Fred, Felipe Macedo e Rafael Forster; Patrick, David, Arthur (Erik, Intervalo) e Felipe Menezes (Willian Kozlowski, 16'/2ºT); Bruno Henrique e Zé Love (Carlos, 26'/2ºT) – Técnico: Danny Sérgio.

CORITIBA: Wilson; Leandro Silva, Walisson Maia, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Juan (Esquerdinha, 17'/2ºT) e Thiago Lopes (Cáceres, 43'/2ºT); Negueba (Ruy, 42'/1ºT) e Henrique Almeida – Técnico: Pachequinho.