RADAR/LANCE
27/03/2016
12:57
Belo Horizonte (MG)

O domingo de Páscoa começou agitado para os torcedores dos maiores clubes de Minas Gerais. Em especial, para a parte azul do estado. Atlético-MG e Cruzeiro se enfrentaram no Independência pela nona rodada do campeonato estadual e o time celeste conseguiu não só sair vivo, mas com o triunfo em pleno Horto. Com um gol único de Rafael Silva, o time de Deivid venceu por 1 a 0 e abriu seis pontos na tabela, praticamente garantindo a liderança na primeira fase, agora com 23 pontos, contra 17 do rival.

Vale lembrar que devido à data FIFA e algumas lesões, o clássico mineiro ficou esvaziado com mais de 15 desfalques como Victor, Erazo, Cazares e Douglas Santos no time alvinegro, e Dedé, Willian, Alisson e Arrascaeta na equipe celeste.


O JOGO

A partida começou quente na temperatura e no temperamento dos jogadores. Bastante pegado, os times estavam bem organizados, com o Atlético ligeiramente melhor, chegando duas vezes com perigo e forçando Fábio a fazer ótimas intervenções. O Cruzeiro tentou responder nos contra-golpes pelos lados e assustou pela primeira vez aos 15 minutos, com Élber carimbando o travessão de Uilson. Com dificuldades na armação de jogo, o Galo ficou refém das jogadas de Robinho e Luan. Por outro lado, o Cruzeiro seguia evoluindo em campo e passou a ser melhor após a parada técnica.

Atlético-MG x Cruzeiro
Robinho foi anulado no jogo (Foto: Andre Yanckous/AGIF/Lancepress!)


No segundo tempo, o jogo recomeçou do mesmo jeito: aberto, pegado e com boas chances para os dois lados. Em um cenário que parecia se repetir, o Cruzeiro seguiu mais organizado em campo, porém com o Galo se lançando com mais perigo ao ataque. Por mais de uma vez, Fábio precisou fazer novos milagres para evitar o gol alvinegro.
E como no futebol quem não faz, leva. O Cruzeiro abriu o placar aos 28 minutos da etapa final. Logo em sua estreia com a camisa atleticana, o jovem Uilson falhou. Em finalização de Élber, o arqueiro bateu roupa, deixando a bola nos pés de Rafael Silva. O atacante não desperdiçou a chance e estufou as redes. Na comemoração, imitou uma galinha, provocando assim o rival. 

Atlético-MG x Cruzeiro
Uilson falhou feio no Horto (Foto: Thomas Santos/AGIF/Lancepress!)

Com o placar positivo faltando pouco mais de dez minutos para o fim, o Cruzeiro deu uma esfriada na partida e se armou novamente para o contra-ataque, diante de um Atlético que até voltou a fazer pressão, mas esbarrou em outras ótimas defesas do camisa 1 celeste, um dos maiores responsáveis pela vitória.

ATLÉTICO-MG 0x1 CRUZEIRO

Data/Hora: 27/03/2016, às 11h
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcus Vinícius Gomes (MG)

GOL: Rafael Silva, 28'2ºT (0-1)

Cartões amarelos: Marcos Rocha, Leonardo Silva, Lucas Pratto (CAM); Allano, Manoel, Federico Gino, Sánchez Miño (CRU)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 15.842 presentes/R$ 965.657,50.

ATLÉTICO-MG: Uilson; Marcos Rocha, Leonardo Sila, Tiago e Carlos César; Júnior Urso e Rafael Carioca; Hyuri (Pablo - 27'2ºT), Robinho, Luan e Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre.

CRUZEIRO: Fábio, Fabiano, Manoel, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño (Fabrício - 25'2ºT); Henrique (Federico Gino - Intervalo), Lucas Romero e Ariel Cabral; Élber, Allano (Pisano - 12'2ºT) e Rafael Silva. Técnico: Deivid.