HOME - Protesto na CBF - Ocupa CBF - Walter Feldman (Foto: Glaucon Fernandes/Eleven/LANCE!Press)

Walter Feldman foi eleito presidente do recém-criado comitê (Foto: Glaucon Fernandes/Eleven/LANCE!Press)

Igor Siqueira
18/02/2016
15:40
Rio de Janeiro (RJ)

A CBF divulgou nesta quinta-feira a portaria que estabelece o Comitê de Reformas da entidade. O grupo composto por 17 membros ligados ao futebol, cujo presidente é o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, vai conduzir mudanças em 16 segmentos, listados pela Confederação:

1 - Reforma do estatuto
2 - Código de ética
3 - Transparência e Conformidade
4 - Licenciamento de clubes e registro
5 - Responsabilidade social
6 - Internacionalização do futebol brasileiro
7 - Elaboração de agenda propositiva para aprimoramento da legislação desportiva
8 - Desenvolvimento do futebol feminino
9 - Categorias de base
10 - Tecnologia e inovação no futebol
11 - Direitos dos atletas e demais profissionais do futebol
12 - Direitos de transmissão
13 - Arbitragem
14 - Calendário
15 - Formação, capacitação e intercâmbio dos profissionais do futebol
16 - Democratização e engajamento da torcida brasileira

Segundo a CBF, o "Comitê irá remunerar os membros que não estão presentes no quadro de empregados ou que não mantenham contrato de prestação de serviços com a CBF, de acordo com a média dos valores aplicados pelo mercado". A periodicidade as reuniões será definida pelos membros do Comitê, mas elas devem ocorrer ao menos uma vez por mês.

O primeiro ato da reunião desta quinta-feira na sede da entidade foi eleger um presidente para o Comitê. O secretário-geral da CBF, Walter Feldman, foi o escolhido pelos membros.

A CBF ainda acrescentou que o Comitê de Reformas vai receber propostas de subcomissões, batizadas de grupos de trabalho, que serão responsáveis por realizar análises e pesquisas sobre os temas para aprovação.

A CBF, inicialmente, estipulou o fim de 2016 para encerrar as discussões, mas deixou claro que os temas podem continuar a serem abordados depois deste prazo.

MEMBROS DO COMITÊ DE REFORMAS

1 - Walter Feldman, secretário-geral da CBF (presidente)
2 - Rogério Caboclo - diretor executivo de gestão da CBF
3 - Edmilson - pentacampeão do mundo
4 - Ricardo Rocha - tetracampeão do mundo
5 - Ana Paula Oliveira - ex-bandeirinha e membro da comissão de arbitragem da CBF
6 - Carlos Alberto Torres - tricampeão do mundo
7 - Carlos Alberto Parreira - ex-técnico da Seleção Brasileira
8 - Caio Rocha - presidente do STJD
9 - André Ramos Tavares - advogado
10 - Alvaro Melo Filho - advogado
11 - Luiz Felipe Santoro - advogado do Corinthians
12 - Castellar Neto - presidente da Federação Mineira
13 - Leomar Quintanilha - presidente da Federação Tocantinense
14 - Ednaldo Rodrigues - presidente da Federação Baiana
15 - Carlos Augusto Barros e Silva - presidente do São Paulo
16 - Carlos Eduardo Pereira - Presidente do Botafogo
17 - Formiga - jogadora da Seleção Brasileira