Ney Franco

                                      Ney Franco comandou o Coxa em 30 jogos (Foto: Divulgação/Coritiba)

LANCE!
03/11/2015
21:39
Curitiba (PR)

Ney Franco não é mais o técnico do Coritiba. Ele foi demitido no fim da tarde desta terça-feira, após 30 jogos à frente do Coxa, que ocupa a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro – é o 18º, com 34 pontos. São seis jogos consecutivos sem vitórias na competição, sendo cinco derrotas.

O treinador havia sido bancado pelo presidente Rogério Bacellar após a derrota para o São Paulo, no último dia 25, quando houve tentativa de invasão ao vestiário do time no Couto Pereira por parte de alguns torcedores. Na ocasião, parte dos conselheiros do clube queriam a demissão do técnico. A situação de Ney ficou ainda mais complicada após o empate do Coxa diante do Figueirense, em Curitiba, na última rodada. Marcelo Serrano, auxiliar de Ney, também foi demitido.

Contratado para substituir Marquinhos Santos em junho, Ney chegou a comandar uma reação do Coritiba no Campeonato Brasileiro, mas o rendimento do time caiu nas últimas rodadas. Foram sete vitórias, 13 empates e dez derrotas nos já citados 30 jogos entre Brasileirão e Copa do Brasil.

Tcheco, que comanda o time Sub-23 do Coritiba, passa a ser um possível candidato a assumir o Coxa. Ele foi a opção da então diretoria para substituir o demitido Péricles Chamusca na reta final do Brasileirão de 2013 e manteve o time na elite. Após a competição, ele retornou ao cargo de gerente de futebol.

Ney Franco, que dificilmente continuaria no Coxa em 2016 – seu projeto é ir com a família para os Estados Unidos – encerrou sua segunda passagem à frente do Coritiba. A primeira começou em 2009, quando não conseguiu evitar o rebaixamento do time à Série B, mas permaneceu no clube. Na temporada seguinte, o Coxa foi campeão paranaense e da Série B antes de Ney assumir como técnico da Seleção Brasileira Sub-20.