icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/08/2015
00:28

                                         Gabigol fez o primeiro gol e, mesmo saindo cedo, foi um dos destaques (FOTO: Ari Ferreira) 

Na vitória santista sobre o Corinthians, que determinou a classificação do Peixe para as quartas de final da Copa do Brasil, o quarteto ofensivo da equipe sobrou. Lucas Lima, Geuvânio, Gabigol (depois Marquinhos Gabriel) e Ricardo Oliveira foram os grandes construtores do triunfo visitante. Os dois gols da equipe respondem a isso e todos receberam nota 7,5, a mais alta do jogo. Do lado corintiano, apenas Romero, por causa do gol, e Renato Augusto, pela dedicação e chutes de longe, tiveram algum destaque. Confira abaixo o desempenho de cada atleta na noite de quarta, na Arena Corinthians: 

CORINTHIANS

5,0
Cássio
Não tinha muito o que fazer no tento de Gabigol. Apesar da semelhança dos lances, falhou no gol de Ricardo Oliveira.

3,5
Edílson
Um dos principais culpados pela liberdade de Geuvânio no lance do tento de Gabigol. Lento demais no jogo todo.

4,0
Felipe
Demorou demais para reagir na arrancada de Geuvânio para o primeiro gol santista. Perdeu diversas bolas. Irreconhecível.

4,5
Gil
No lance do gol santista, tentou consertar os erros de Edílson e Felipe. Ao longo do jogo, foi dominado por Ricardo Oliveira.

3,5
Uendel
Decepcionou no ataque e na defesa. Levou drible inaceitável de David Braz e "sumiu" no lance do gol de Ricardo Oliveira.

6,0
Ralf
Fora de forma, encontrou dificuldade para acompanhar as subidas rivais. Ainda assim, fez ótimas antecipações.

4,0
Bruno Henrique
Segundo volante? Meia? Ficou perdido no meio de campo, não atacou nem defendeu. Violento, tomou cartão bobo.

5,0
Matheus Pereira
Esboçou um bom início, com personalidade e vontade de armar jogadas. Caiu de produção com o passar do tempo.

6,5
Renato Augusto
Foi quem mais finalizou no jogo. Dribles objetivos. Passes em profundidade. Mais uma vez, porém, jogou sozinho.

5,0
Malcom
Começou muito bem, driblando com objetividade. Foi perdendo a cabeça aos poucos e terminou jogando mal.

5,5
Vagner Love
Sofreu para superar os defensores e viu a bola queimar em seu pé. Ao menos deu assistência para Romero.

6,0
Cristian
Fora de ritmo, custou para jogar numa partida em que nem deveria ter entrado. Quase fez belo gol de fora da área.

7,0
Ángel Romero
Um dos poucos corintianos que mostrou vontade de (tentar) vencer. Foi premiado com o gol de honra.

6,0
Edu Dracena
Não foi muito testado, não cometeu grandes falhas, não chamou atenção positivamente... Atuação regular.

3,5
Tite
Time sem vontade, defesa batendo cabeça por completo e substituição bizarra no intervalo. Que seja diferente no Brasileirão.

E MAIS: 
> Veja como foi a partida lance a lance em Itaquera 

SANTOS

                                         Gabigol fez o primeiro gol e, mesmo saindo cedo, foi um dos destaques (FOTO: Ari Ferreira) 

Na vitória santista sobre o Corinthians, que determinou a classificação do Peixe para as quartas de final da Copa do Brasil, o quarteto ofensivo da equipe sobrou. Lucas Lima, Geuvânio, Gabigol (depois Marquinhos Gabriel) e Ricardo Oliveira foram os grandes construtores do triunfo visitante. Os dois gols da equipe respondem a isso e todos receberam nota 7,5, a mais alta do jogo. Do lado corintiano, apenas Romero, por causa do gol, e Renato Augusto, pela dedicação e chutes de longe, tiveram algum destaque. Confira abaixo o desempenho de cada atleta na noite de quarta, na Arena Corinthians: 

CORINTHIANS

5,0
Cássio
Não tinha muito o que fazer no tento de Gabigol. Apesar da semelhança dos lances, falhou no gol de Ricardo Oliveira.

3,5
Edílson
Um dos principais culpados pela liberdade de Geuvânio no lance do tento de Gabigol. Lento demais no jogo todo.

4,0
Felipe
Demorou demais para reagir na arrancada de Geuvânio para o primeiro gol santista. Perdeu diversas bolas. Irreconhecível.

4,5
Gil
No lance do gol santista, tentou consertar os erros de Edílson e Felipe. Ao longo do jogo, foi dominado por Ricardo Oliveira.

3,5
Uendel
Decepcionou no ataque e na defesa. Levou drible inaceitável de David Braz e "sumiu" no lance do gol de Ricardo Oliveira.

6,0
Ralf
Fora de forma, encontrou dificuldade para acompanhar as subidas rivais. Ainda assim, fez ótimas antecipações.

4,0
Bruno Henrique
Segundo volante? Meia? Ficou perdido no meio de campo, não atacou nem defendeu. Violento, tomou cartão bobo.

5,0
Matheus Pereira
Esboçou um bom início, com personalidade e vontade de armar jogadas. Caiu de produção com o passar do tempo.

6,5
Renato Augusto
Foi quem mais finalizou no jogo. Dribles objetivos. Passes em profundidade. Mais uma vez, porém, jogou sozinho.

5,0
Malcom
Começou muito bem, driblando com objetividade. Foi perdendo a cabeça aos poucos e terminou jogando mal.

5,5
Vagner Love
Sofreu para superar os defensores e viu a bola queimar em seu pé. Ao menos deu assistência para Romero.

6,0
Cristian
Fora de ritmo, custou para jogar numa partida em que nem deveria ter entrado. Quase fez belo gol de fora da área.

7,0
Ángel Romero
Um dos poucos corintianos que mostrou vontade de (tentar) vencer. Foi premiado com o gol de honra.

6,0
Edu Dracena
Não foi muito testado, não cometeu grandes falhas, não chamou atenção positivamente... Atuação regular.

3,5
Tite
Time sem vontade, defesa batendo cabeça por completo e substituição bizarra no intervalo. Que seja diferente no Brasileirão.

E MAIS: 
> Veja como foi a partida lance a lance em Itaquera 

SANTOS