icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
26/08/2015
11:30

O Vasco venceu os últimos três jogos, incluíndo o primeiro embate válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Joga pelo o empate nesta quarta-feira. Vantagem? Se olharmos pela ótica do Flamengo nem tanto.

O retrospecto do Rubro-Negro nos últimos dez mata-matas que disputou é igual ao do Cruz-Maltino: oito vitórias e duas eliminações. No entanto, alguns dados enchem ainda mais de esperança a torcida flamenguista, como os títulos da Copa do Brasil em 2013 e do Carioca-2014 sobre o próprio Vasco. Além disso, nas duas últimas edições do torneio nacional conseguiu inverter a vantagens de Cruzeiro e Coritiba justamente nas oitavas de final.

Confira abaixo o retrospecto do Flamengo nos últimos dez mata-matas.

NÁUTICO (TERCEIRA FASE DA COPA DO BRASIL)


Guerrero deixou sua marca no Recife (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo não teve vida fácil contra o Náutico no primeiro jogo. Mesmo atuando no Maracanã, o Rubro-Negro empatou com o Timbu em 1 a 1. O jogo de volta aconteceu só em julho, e foi nele que se inverteu a vantagem e veio a classificação: 2 a 0, com direito a gol de Paolo Guerrero.

SALGUEIRO (SEGUNDA FASE DA COPA DO BRASIL)

Na segunda fase da Copa do Brasil deste ano o Flamengo foi até Pernambuco enfrentar o Salgueiro. E não deu qualquer tipo de chances para a realização do jogo de volta no Rio de Janeiro. A vitória por 2 a 0 foi suficiente para garantir a classificação antecipada na competição.

BRASIL DE PELOTAS (PRIMEIRA FASE DA COPA DO BRASIL)

O Flamengo teria repetido o feito conseguido na fase seguinte da Copa do Brasil em sua estreia. Vencia o Brasil de Pelotas por 2 a 0, mas levou um gol dos donos da casa nos últimos minutos. Sendo assim, precisou jogar a partida de volta. No Maracanã, novo triunfo (2 a 0) e vaga no bolso.

VASCO (SEMIFINAL DO CARIOCA)


Semifinal contra o Vasco gerou muitas reclamações rubro-negras (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)

O jejum incomodo contra o Vasco, adversário desta quarta-feira, começou na semifinal do Carioca. O Flamengo não perdia para o rival há três anos e venceu as duas primeiras partidas do ano. Após o empate sem gols no primeiro jogo, a equipe, que era comandada por Vanderlei Luxemburgo, acabou eliminada com a derrota de 1 a 0. O gol, marcado por Gilberto de pênalti, foi motivo de muita reclamação pelo lado rubro-negro.

ATLÉTICO-MG (SEMIFINAL DA COPA DO BRASIL-2014)

Outra eliminação doída para o Flamengo. O clube defendia o título da Copa do Brasil e encarou o Atlético-MG, contra quem tinha um bom retrospecto em mata-mata. E o primeiro jogo colocou o Rubro-Negro em boa vantagem: 2 a 0 no Maracanã. Na volta, no Mineirão, a equipe carioca chegou a sair na frente e ficou numa situação ainda mais confortável. No entanto, faltou combinar com o Galo, que em uma reação sensacional, tirou o Flamengo da competição.

AMÉRICA-RN (QUARTAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL-2014)

O Flamengo seguia sua caminhada para defender o título da Copa do Brasil e não encontrou dificuldades para eliminar o América-RN, que tinha eliminado o Fluminense há fases atrás. Duas vitórias por 1 a 0 foram suficientes para o Rubro-Negro continuar sonhando com o tetra.

CORITIBA (OITAVAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL-2014)

O Flamengo, que jogou a Libertadores no ano passado, entrou na Copa do Brasil apenas nas oitavas de final. Teve pela frente o Coritiba e um verdadeiro pesadelo no Couto Pereira. Afinal, foi goleado por 3 a 0, o que deixou os paranaenses em grande vantagem. Na volta, no Maracanã, o Rubro-Negro repetiu o feito realizado em 2013, quando inverteu a vantagem contra o Cruzeiro. Resumindo: devolução do placar de 3 a 0 no Maracanã e triunfo na disputa de pênaltis ( 3 a 2).

VASCO (FINAL CARIOCA-2014)


Flamengo levou a melhor sobre o Vasco em 2014 (Foto:Paulo Sérgio/LANCE!Press)

O Vasco também traz boas lembranças em mata-mata. Afinal, além de na última década ter levado a pior em grande parte deste tipo de confronto, teve que amargar o vice do Carioca em 2014. E o Flamengo não precisou nem vencer. Com a melhor campanha da competição, os dois empates em 1 a 1 foram suficientes. O gol de Márcio Araújo, já no fim e em posição irregular, só aumentou o apetite da torcida em zuar os adversários.

CABOFRIENSE (SEMIFINAL DO CARIOCA-2014)

O Flamengo encarou na semifinal do Carioca em 2014 a surpreendente Cabofriense. E teve quem acreditasse que a equipe da Região dos Lagos pudesse aprontar. Contudo, o Rubro-Negro não deu qualquer tipo de chance para zebra e venceu os dois jogos de maneira categoria: 3 a 0 e 3 a 1.

ATLÉTICO-PR (FINAL DA COPA DO BRASIL-2013)


Maracanã lotado testemunhou o tri do Fla na Copa do Brasil (Foto: Divulgação)

Para fechar a lista um confronto que traz muitas alegrias. O Flamengo chegou a mais uma final de Copa do Brasil em sua história. O adversário era o Atlético-PR. Após empate em 1 a 1 em Curitiba, o Rubro-Negro fez valer o mando de campo e com um Maracanã tomado de vermelho e preto venceu por 2 a 0 e levou a competição pela terceira vez.

O Vasco venceu os últimos três jogos, incluíndo o primeiro embate válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Joga pelo o empate nesta quarta-feira. Vantagem? Se olharmos pela ótica do Flamengo nem tanto.

O retrospecto do Rubro-Negro nos últimos dez mata-matas que disputou é igual ao do Cruz-Maltino: oito vitórias e duas eliminações. No entanto, alguns dados enchem ainda mais de esperança a torcida flamenguista, como os títulos da Copa do Brasil em 2013 e do Carioca-2014 sobre o próprio Vasco. Além disso, nas duas últimas edições do torneio nacional conseguiu inverter a vantagens de Cruzeiro e Coritiba justamente nas oitavas de final.

Confira abaixo o retrospecto do Flamengo nos últimos dez mata-matas.

NÁUTICO (TERCEIRA FASE DA COPA DO BRASIL)


Guerrero deixou sua marca no Recife (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo não teve vida fácil contra o Náutico no primeiro jogo. Mesmo atuando no Maracanã, o Rubro-Negro empatou com o Timbu em 1 a 1. O jogo de volta aconteceu só em julho, e foi nele que se inverteu a vantagem e veio a classificação: 2 a 0, com direito a gol de Paolo Guerrero.

SALGUEIRO (SEGUNDA FASE DA COPA DO BRASIL)

Na segunda fase da Copa do Brasil deste ano o Flamengo foi até Pernambuco enfrentar o Salgueiro. E não deu qualquer tipo de chances para a realização do jogo de volta no Rio de Janeiro. A vitória por 2 a 0 foi suficiente para garantir a classificação antecipada na competição.

BRASIL DE PELOTAS (PRIMEIRA FASE DA COPA DO BRASIL)

O Flamengo teria repetido o feito conseguido na fase seguinte da Copa do Brasil em sua estreia. Vencia o Brasil de Pelotas por 2 a 0, mas levou um gol dos donos da casa nos últimos minutos. Sendo assim, precisou jogar a partida de volta. No Maracanã, novo triunfo (2 a 0) e vaga no bolso.

VASCO (SEMIFINAL DO CARIOCA)


Semifinal contra o Vasco gerou muitas reclamações rubro-negras (Foto: Wagner Meier/LANCE!Press)

O jejum incomodo contra o Vasco, adversário desta quarta-feira, começou na semifinal do Carioca. O Flamengo não perdia para o rival há três anos e venceu as duas primeiras partidas do ano. Após o empate sem gols no primeiro jogo, a equipe, que era comandada por Vanderlei Luxemburgo, acabou eliminada com a derrota de 1 a 0. O gol, marcado por Gilberto de pênalti, foi motivo de muita reclamação pelo lado rubro-negro.

ATLÉTICO-MG (SEMIFINAL DA COPA DO BRASIL-2014)

Outra eliminação doída para o Flamengo. O clube defendia o título da Copa do Brasil e encarou o Atlético-MG, contra quem tinha um bom retrospecto em mata-mata. E o primeiro jogo colocou o Rubro-Negro em boa vantagem: 2 a 0 no Maracanã. Na volta, no Mineirão, a equipe carioca chegou a sair na frente e ficou numa situação ainda mais confortável. No entanto, faltou combinar com o Galo, que em uma reação sensacional, tirou o Flamengo da competição.

AMÉRICA-RN (QUARTAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL-2014)

O Flamengo seguia sua caminhada para defender o título da Copa do Brasil e não encontrou dificuldades para eliminar o América-RN, que tinha eliminado o Fluminense há fases atrás. Duas vitórias por 1 a 0 foram suficientes para o Rubro-Negro continuar sonhando com o tetra.

CORITIBA (OITAVAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL-2014)

O Flamengo, que jogou a Libertadores no ano passado, entrou na Copa do Brasil apenas nas oitavas de final. Teve pela frente o Coritiba e um verdadeiro pesadelo no Couto Pereira. Afinal, foi goleado por 3 a 0, o que deixou os paranaenses em grande vantagem. Na volta, no Maracanã, o Rubro-Negro repetiu o feito realizado em 2013, quando inverteu a vantagem contra o Cruzeiro. Resumindo: devolução do placar de 3 a 0 no Maracanã e triunfo na disputa de pênaltis ( 3 a 2).

VASCO (FINAL CARIOCA-2014)


Flamengo levou a melhor sobre o Vasco em 2014 (Foto:Paulo Sérgio/LANCE!Press)

O Vasco também traz boas lembranças em mata-mata. Afinal, além de na última década ter levado a pior em grande parte deste tipo de confronto, teve que amargar o vice do Carioca em 2014. E o Flamengo não precisou nem vencer. Com a melhor campanha da competição, os dois empates em 1 a 1 foram suficientes. O gol de Márcio Araújo, já no fim e em posição irregular, só aumentou o apetite da torcida em zuar os adversários.

CABOFRIENSE (SEMIFINAL DO CARIOCA-2014)

O Flamengo encarou na semifinal do Carioca em 2014 a surpreendente Cabofriense. E teve quem acreditasse que a equipe da Região dos Lagos pudesse aprontar. Contudo, o Rubro-Negro não deu qualquer tipo de chance para zebra e venceu os dois jogos de maneira categoria: 3 a 0 e 3 a 1.

ATLÉTICO-PR (FINAL DA COPA DO BRASIL-2013)


Maracanã lotado testemunhou o tri do Fla na Copa do Brasil (Foto: Divulgação)

Para fechar a lista um confronto que traz muitas alegrias. O Flamengo chegou a mais uma final de Copa do Brasil em sua história. O adversário era o Atlético-PR. Após empate em 1 a 1 em Curitiba, o Rubro-Negro fez valer o mando de campo e com um Maracanã tomado de vermelho e preto venceu por 2 a 0 e levou a competição pela terceira vez.