LANCE!
29/06/2016
10:48
Rio de Janeiro (RJ)

Sensação da Eurocopa-2016, a Islândia tem a superstição como aliada para seguir fazendo bonito na competição e faturar o título. Seis das grandes zebras do futebol nos últimos 32 anos jogaram, assim como a Islândia, de camisa azul. Todas as 'zebras azuis' são ligadas por histórias de superação. Diante desta curiosidade, decidimos recordar a história de cada uma.

Uma outra surpresa em azul já conquistou a Eurocopa. Em 2004, a Grécia chocou o mundo ao levar a competição batendo Portugal, que jogava em casa, por 1 a 0 na final. Vale destacar que a Grécia também venceu Portugal na abertura da competição, levando a melhor por 2 a 1.

A 'zebra azul' mais recente antes da Islândia é o Leicester, campeão inglês da temporada 2015/2016. O Leicester tinha sido lanterna do campeonato na temporada anterior e escapou do rebaixamento por um milagre. Na temporada seguinte, sob o comando de Claudio Ranieri e liderado pelo artilheiro Vardy, o time desbancou as potências do país e faturou a liga com 81 pontos, dez a mais do que o segundo lugar, o Arsenal.

A Itália já presenciou duas 'zebras azuis'. O Hellas Verona foi campeão italiano de 1984/1985, no que foi chamado "O milagre de Verona". Já em 1990/1991, a Sampdoria dos atacantes Gianluca Vialli e Roberto Mancini faturou a Série A.

Na Espanha, o azul com branco do Deportivo La Coruña ganhou o Campeonato Espanhol de 1999/2000, deixando o Barcelona com o vice. Roy Makaay era o goleador do time e o brasileiro Djalminha era o cérebro da equipe.

Por fim, no Brasil, o 'azulão' São Caetano teve sucesso meteórico no início dos anos 2000. Vice do Brasileirão em 2000 e 2001, e também da Libertadores-2002, o clube atingiu sua maior conquista ao faturar o Paulista de 2004.

No imaginário popular, o azul é frequentemente associado a confiança e tranquilidade. Sem dúvidas, qualidades determinantes nas glórias de todos os times citados acima.