Venezuela x Jamaica - Josef Martinez

Martínez comemora o gol venezuelano (Foto: Omar Torres/AFP)

LANCE!
05/06/2016
20:01
Chicago (EUA)

A Venezuela largou bem na Copa América Centenário. A Vinotinto derrotou neste domingo a Jamaica, por 1 a 0, pela primeira rodada do Grupo C da competição, em Chicago, e repetiu o feito da edição de 2015 da Copa América ao estrear com vitória.  Foi a segunda estreia com vitória em 17 participações.

Para a Jamaica, terminar o jogo sem balançar as redes significou a quebra de um recorde negativo: ela agora passa a ser a seleção que demorou mais tempo para marcar o primeiro gol em edições de Copa América. São quatro jogos ao todo, somando os três jogos da disputa do ano passado, no Chile, à estreia nos Estados Unidos.


Na próxima rodada, a Vinotinto enfrenta o Uruguai, na Filadélfia. Já os jamaicanos duelarão com o México, em Pasadena.

O gol da Venezuela nasceu aos 15 minutos do primeiro tempo, com Martínez. Os jamaicanos se equivocaram na tentativa de saída de jogo com toques rápidos e foram pegos no "contrapé" pela marcação adiantada da Vinotinto, que roubou a bola rápido e concluiu a jogada com o gol.

A vida dos jamaicanos ficou ainda mais complicada quando Austin recebeu vermelho direto depois de uma entrada em Rincón. Uma solada perigosa que foi punida sem titubeio por parte do árbitro Victor Carillo. A comissão técnica da Jamaica não ficou satisfeita, tanto que o técnico Winfried Schäfer foi expulso no intervalo ao reclamar com a arbitragem.

A Venezuela tirou tanto o pé do acelerador no segundo tempo que deu chance ao empate da Jamaica, que pressionou, chegando a colocar uma bola na trave. A busca pelo gol dos Reggae Boyz aumentou a partir dos 30 minutos da etapa final, mas não houve sucesso.

JAMAICA 0 X 1 VENEZUELA
Local: Soldier Field, em Chicago (EUA)
Data/Hora: 5/6/2016, às 18h (de Brasília)
Árbitro: Victor Carrillo (PER)
Cartões amarelos: Mariappa (JAM); Vizcarrondo, Figuera (VEN)
Cartão vermelho: Austin (JAM)
Gol: Martínez, 15'/1ºT (0-1)

JAMAICA:
Blake, Watson (Binns, 42'/2ºT), Mariappa, Taylor e Lawrence (Morgan, 39'/1ºT); Hector (Williamson, 32'/2ºT), Austin, McAnuff e McCleary; Donaldson e Barnes. Técnico: Winfried Schäfer

VENEZUELA: Hernández, Rosales, Vizcarrondo, Ángel e Feltscher; Rondón, Figuera, Guerra (González, 45'/2ºT), Seijas (Otero, 39'/2ºT) e Martínez (Peñaranda, 31'/2ºT); Rondón. Técnico: Dudamel.