Robben - Bayern de Munique

Robben foi acusado de disparar contra Ancelotti (Foto: Franck Fife / AFP)

LANCE!
03/10/2017
16:32
Munique (ALE)

O holandês Arjen Robben negou ter feito críticas a Carlo Ancelotti, ex-treinador do Bayern de Munique. De acordo com a revista "Kicker", o atacante teria ridicularizado o italiano comparando-o com o técnico de seu filho nas categorias de base.

No entanto, Robben foi a público e revelou não ter gostado da forma como o caso foi retratado. O holandês lamentou ainda as declarações ofensivas ao ex-comandante, demitido na última semana.

- De repente aparecem coisas na mídia das quais quero me distanciar. Essas declarações são besteira. Eu detesto quanto coisas como essa acontecem. Eu sou a última pessoa que faria isso com o técnico, um companheiro do time ou qualquer um. Você tem de ser homem quando alguém sai e não atacar ninguém - desabafou.

Quem também esteve no olho do furacão após a queda de Ancelotti foi o zagueiro Hummels. O defensor chegou a ser acusado de conspirar contra o ex-técnico, que o deixou no banco na derrota por 3 a 0 para o PSG, pela segunda rodada da Liga dos Campeões.

- Eu não tive nenhuma conversa com ninguém para dizer que não estava satisfeito por não jogar. Eu não sei como essa informação surgiu. Eu não gosto disto. Eu não faria isso - declarou o zagueiro.