EL GRÁFICO/POOL
25/01/2016
20:54
Santiago (CHI)

Os problemas do futebol chileno não se resumem apenas na escandalosa saída de Sergio Jadue, que acabou revelando uma série de crises de comando e economia na Federação. Agora começam a revelação de dificuldades econômicas que afetam alguns clubes.

Um caso que ilustra bem a sensação de insegurança nos jogadores é o do Puerto Montt. O elenco não recebeu o salário do mês de dezembro e já se mobilizou nas redes sociais para o pagamento. Além disso, afirmaram que não voltam aos treinamentos enquanto o acordo não for honrado.

Outro exemplo é o Lota Schwager, da Segunda Divisão. O clube pediu ajuda aos torcedores para ajudar no pagamento de salário do elenco.

- É uma situação complicada. Temos jogadores de diferentes idades, sonhos e que precisam do dinheiro. E isso acaba se refletindo em campo - disse o goleiro Leonardo Rayo.

Com problemas, mas em menor escala, está o Santiago Wanderers. O clube já comunicou aos funcionários e jogadores que mudará a forma de pagamento, o que já gera insegurança.