Ibrahimovic - PSG x Rennes

Ibrahimovic fez dois gols na vitória do PSG (Foto: Franck Fife / AFP)

LANCE!
29/04/2016
17:25
Paris (FRA)

O brasileiro Maxwell tirou o grito de gol preso na garganta do torcedor do PSG. Apesar de já estar com o título da Ligue 1 garantido, o time da capital francesa penava para furar a defesa do Rennes. Mas o brasileiro fez um golaço, digno de placa, e abriu a porteira do adversário. Depois, Ibrahimovic fez mais dois e Cavani fez um, completando a vitória por 4 a 0.

O resultado coloca o PSG com 89 pontos, 30 a mais que os vice-líderes Lyon e Monaco. O Rennes, por sua vez, tem 52 pontos, na sétima posição, e vê as chances de uma vaga na Liga Europa irem para o espaço. 

O PSG entrou em campo pressionando o Rennes e com forte presença no campo de ataque. Apesar de ter Ibrahimovic, Cavani e Di María, a equipe da capital demorou a encaixar o seu jogo. A primeira chance saiu apenas aos 22 minutos, após bela jogada que o argentino finalizou, para grande defesa de Costil. O atacante sueco também teve suas chances e era o jogador mais participativo dos anfitriões. Apesar da posse de bola e pressão, o placar terminou inalterado no primeiro tempo.

Maxwell - PSG x Rennes
Maxwell chuta para abrir o placar para o PSG (Foto: Franck Fife / AFP)

A impressão é que o PSG marcaria o primeiro a qualquer momento. E começou o segundo tempo novamente em cima do Rennes e contou com uma pintura para tirar o zero do placar. Ibrahimovic lançou de trivela na área, Cavani ajeitou de peito, com estilo, para Maxwell. O brasileiro tirou de um jogador, colocou a bola entre as pernas de Gnagnon e mandou uma bomba de direita. Um golaço!

E não demorou para sair o segundo. Aos sete minutos, Di María lançou na área e Ibrahimovic ampliou. Cavani teve outra boa chance, mas jogou na trave. Mas o sueco estava inspirado. Ele recebeu no meio da defesa do Rennes e soltou uma pancada de esquerda. Antes de entrar, a bola acertou o travessão. Foi o 34º gol de do atacante no Campeonato Francês.

Nos acréscimos, o PSG fez o quarto. De tanto insistir, Cavani deixou o dele. O uruguaio recebeu de Verratti e chutou colocado, sem chances para o goleiro do Rennes.