Klopp tem a missão de quebrar jejum de títulos nacionais (Foto: Paul Ellis / AFP)

Klopp chegou no meio desta temporada ao Liverpool (Foto: Paul Ellis / AFP)

LANCE!
16/01/2016
09:41
Liverpool (ING)

Antes do clássico entre Liverpool e Manchester United neste domingo, Jürgen Klopp elogiou demais Sir Alex Ferguson, ex-técnico dos Red Devils. Chegou a dizer que trata-se do John Lennon do futebol. Depois, fez uma confissão durante entrevista coletiva. O treinador alemão admitiu que recusou uma sondagem do próprio escocês para assumir o seu lugar no banco de reservas da equipe em 2013.

- Nós conversamos. Não falamos muito, mas para mim foi muito. Foi uma grande honra, a conversa toda, para ser honesto. Mas eu não podia abandonar o Borussia Dortmund - explicou Klopp, que acabou ficando no time alemão por mais tempo, antes de sair e assumir o Liverpool no ano passado:

- Estávamos em abril no meio do planejamento para a temporada seguinte. Falava sobre um jogador ou outro, e de repente não planejava mais aquilo? Não funciona assim, pelo menos não na minha vida.

Klopp é muito fã de Ferguson, disse que talvez seja o melhor técnico de todos os tempos, e que um dos momentos mais marcantes de sua carreira foi quando teve a oportunidade de sentar e ouvir o lendário treinador do United. E lembrou que foi uma sondagem, e que não se arrepende de ter recusado.

- Eu não ouvi uma oferta real, mas se houvesse, eu não poderia aceitar. Eu primeiro precisava encerrar o meu trabalho no Dortmund para depois ouvir outras coisas. Talvez não tenha sido o mais inteligente, mas é a minha forma de trabalhar - explicou Klopp.