Lucas Piazon (Foto: Divulgação/Rafael Ribeiro/CBF)

Lucas Piazon defendeu a Seleção Brasileira no Pan-Americano de Toronto (Crédito: Divulgação)

LANCE!
26/01/2016
18:05
Toronto (CAN)

Sem evidências, os promotores da Justiça canadense derrubaram a denúncia de abuso sexual pela qual o meia Lucas Piazon respondia. O jogador do Reading (ING) era acusado de ter abusado de uma mulher durante os Jogos Pan-Americanos de Toronto, em julho de 2015, quando defendeu a Seleção Brasileira na competição.

- A acusação nunca deveria ter acontecido. Foi desnecessária e acabou manchando a reputação do jogador. Sabíamos desde cedo que ela não avançaria aos tribunais - afirmou Brian Greenspan, advogado de defesa do jogador.

Formado pelo São Paulo, Piazon, que pertence ao Chelsea e está emprestado ao Reading, pode voltar à província de Ontário que não corre mais o risco de ser preso e tampouco ser extraditado da Inglaterra.

Acusado no mesmo episódio, o goleiro Andrey, ex-Botafogo, tem a situação mais complicada. Como a denúncia não foi arquivada, ele pode ser detido se deixar o Brasil.

O CASO

Piazon e Andrey são acusados de abuso sexual em Toronto (Foto: Reprodução)
Piazon e Andrey acusados de abuso sexual (Foto: Reprodução)

Os dois jogadores foram acusados de terem encontrado duas mulheres canadenses em uma festa. De lá, eles teriam ido para a casa de uma delas, onde teriam abusado sexualmente de uma das moças enquanto ela dormia. O crime foi denunciado na noite seguinte ao fato e ganhou grande repercussão no Canadá.