Mariano no Galatasaray

Divulgação

LANCE!
16/04/2018
17:45
Istambul (TUR) 

O último fim de semana teve gostinho especial para o lateral-direito Mariano. Autor de um dos golaços da vitória de 2 a 0 do Galatasaray sobore o Instanbul BB, pela 29° rodada do Campeonato Turco, ele viu ainda o time dele recuperar a ponta da competição, a cinco rodadas do fim. O time dele está um ponto a frente do Besiktas e do próprio Instanbul, que somam 59. 

Ele tabelou com um companheiro de time, recebeu de volta e, da entrada da área, acertou o ângulo superior esquerdo do goleiro. Agora, são dois tentos e cinco assistências na temporada. 

- Foi realmente um gol muito bonito, mas fico feliz principalmente pela importância dele no jogo e neste momento da temporada. Estamos brigando ponto a ponto pela liderança e, diante de um adversário muito complicado, num confronto direto, sair na frente jogando em casa era muito importante. Ainda bem que a canhota está calibrada e que pude contribuir com esse belo gol - comentou o ex-jogador do Fluminense, que está na primeira temporada com o Gala e já sonha com dois títulos logo de cara. 

Além do Campeonato Turco, ele vê o time mais popular da Turquia com condições também de levar  a Copa da Turquia. Na próxima quarta-feira, em jogo único, haverá a final da competição, contra o Akhisarispor. 

- Estamos brigando forte por dois títulos nacionais. Quarta-feira já temos uma final pela frente e estamos muito focados. Depois, mais cinco pedreiras pelo Campeonato Turco, sendo uma delas um clássico. Pensamos jogo a jogo e sempre trabalhamos muito para conseguir das essas alegrias para a nossa fantástica torcida. Fui campeão em todos os clubes que joguei na Europa e aqui também quero vencer - finalizou. 

Aos 31 anos, Mariano caminha para a oitava temporada na Europa. Antes, tinha defendido o Bordeaux e o Sevilla, conquistou a Liga Europa de 2015/2016. Já na equipe francesa, levou a Copa da França de 2012/2013.  Ele começou a carreira no Guarani, em 2005, e viveu grande momento no Fluminense entre 2010 e 2011, quando foi campeão brasileiro pelo Tricolor. Tem ainda uma convocação para a Seleção Brasileira no currículo.