Estádio Al Wakran, do Qatar. (Foto: Divulgação)

Projeto do Estádio Al Wakran, do Qatar (Foto: Divulgação)

LANCE!
06/04/2016
13:54

Após as acusações da Anistia Internacional (AI) de falta de condições de trabalho nas obras da Copa do Mundo de 2022, o Comitê Organizador Local (COL) do torneio no Qatar resolveu agir em busca de informações. Foi contratada uma comissão independente para fazer a avaliação.

- Em linha com o nosso compromisso de melhorar as condições dos trabalhadores, esta escolha de uma terceira entidade, totalmente independente, era um passo importante para nós - disse Hassan Al-Thawadi, secretário geral do COL.

Desta forma, a Impactt, empresa inglesa, será a responsável por fazer a avaliação das condições de trabalho no Qatar. Ela se apresenta como especializada na ética comercial, nos direitos humanos e nas normas laborais.

No fim do mês passado, a AI fez a denúncia de que operários das obras da Copa do Mundo de 2022 estão sem condições dignas de alojamento e de trabalho, além do uso de mão de obra escrava.